X-Men: Fênix Negra [Crítica]

0
X-Men Fenix Negra
X-Men Fenix Negra
- Advertisement -

Aladdin [Crítica]Aladdin [Crítica]Aladdin [Crítica]Aladdin [Crítica]O bom é que nunca mais vamos ter que assistir ao X-MEN de Bryan Singer.

Não é para desanimá-lo caro leitor, mas é porque é ruim. O filme é muito ruim. É problemático.

Fera Beast
Fera Beast – Observem bem esta imagem

Só um adendo sobre o Fera, essa é a melhor imagem dele no filme, e sério ainda não tenho certeza se essa imagem é desse filme. Por isso resolvi conservar o pouco de dignidade que me sobrou sobre esse personagem.

A trama do filme vai quase uma década para frente (ninguém envelhece né :/ ) e estamos agora em 1992. Uma missão da NASA dá errado e o ônibus espacial Endeavour perde contato com a Terra, por causa de uma estranha tempestade solar. Os X-Men agora são heróis públicos que são chamados para ajudar em uma missão de resgate. Jean Grey (Sophie “Sansa Stark” Turner) acaba absorvendo uma “tempestade” solar que na verdade é uma entidade cósmica de grandes poderes.

A partir daí ela começa a lidar com o aumento de seus poderes que aos poucos começam a desenterrar memórias esquecidas e mentiras que lhe foram contadas a vida inteira. Inclusive pelo professor Charles Xavier (James McAvoy, de Fragmentado e Vidro).

E aqui começamos a nossa crítica

A saga X-Men começou com uma critica social para variar, mas  essa temática no filme não evoluiu bem. (Vocês devem estar se perguntado qual critica foi essa? Pois também estou) O diretor não soube aproveitar o rico background dos quadrinhos para esse feito seja lá o que ele tentou. (Ainda não entendi a critica social)

O professor Xavier em minha modesta opinião é o único personagem que tinha capacidade de ser mais aprofundado nesta história, além da personagem principal Sonsa

0 0 votos
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários