Undead Unluck: Yoshifumi Tozuka criador conta como foi chegar na Shonen Jump

Resumo:

  • ✨ “Undead Unluck” estreou na Weekly Shonen Jump da Shueisha em 2020 e equilibrou desenvolvimento da história e velocidade de entrega.
  • ✨ A adaptação em anime da série estreou em outubro de 2023, aumentando sua popularidade.
  • ✨ A David Production foi escolhida como parceira de produção devido ao seu histórico de excelência e entusiasmo.
  • ✨ A colaboração entre a equipe de produção de anime e o criador Yoshifumi Tozuka foi intensa e colaborativa.
  • ✨ A série “Undead Unluck” ganhou uma base de fãs internacional, com destaque nos Estados Unidos.
  • ✨ Yoshifumi Tozuka revelou ter interesse em séries como “Hunter x Hunter” e “Yu-Gi-Oh!”.
  • ✨ Ele compartilhou uma teoria interessante sobre as cartas armadilha em “Yu-Gi-Oh!”.

Undead Unluck: Yoshifumi Tozuka criador conta como foi chegar na Shonen Jump 1

Desde sua estreia na Weekly Shonen Jump da Shueisha em 2020, “Undead Unluck” equilibrou de forma crucial o desenvolvimento da história e a velocidade de entrega. A adaptação para uma série de anime, produzida pela David Production e TMS Entertainment, estreou em outubro de 2023, aumentando ainda mais o número de seguidores da série. O Hulu, onde a série é transmitida nos Estados Unidos, também a destacou consistentemente como parte de sua plataforma Animayhem. Certamente, é um dos títulos de nova geração que mais cresce no Shonen; o mangaká e criador da série, Yoshifumi Tozuka, atribuiu parte do sucesso do seu projeto à sua própria familiaridade com a Jump. Sua perspectiva é incrivelmente interessante, não apenas pelo destaque de seu trabalho, mas também pela forma como integra suas próprias experiências como fã de outros mangás em sua carreira. Tivemos a oportunidade de conversar com ele e com o editor japonês de mangás Takumi Hashimoto na Anime NYC sobre o trabalho em “Undead Unluck”.

Origens e Único Estilo de “Undead Unluck”

Undead Unluck: Yoshifumi Tozuka criador conta como foi chegar na Shonen Jump 2

“Undead Unluck” pode ser descrito como único. A história, arte e personagens possuem a essência característica dos títulos de mangá shonen/ação. Há muitos combates com atenção cuidadosa aos detalhes e cenas que mantêm uma energia constante. Além disso, a premissa da história e a habilidade de narrativa de Yoshifumi elevam tudo a outro nível. A dupla Andy (Undead), que não pode ser morto, e Fuuko (Unluck), cujo toque condena alguém a sofrer um desastre mortal, é uma receita perfeita para aventuras. Combinando isso com o entendimento de Yoshifumi sobre o que torna uma série shonen forte, “Undead Unluck” realmente se destaca entre seus contemporâneos. Queríamos entender como ele utilizou sua própria experiência lendo Jump, bem como como a David Production se envolveu no projeto.

Adaptação para Anime e Colaboração com David Production

Undead Unluck: Yoshifumi Tozuka criador conta como foi chegar na Shonen Jump 3

A transição de “Undead Unluck” de um mangá para um anime trouxe um conjunto único de desafios e oportunidades. A relação entre Takumi Hashimoto, a equipe da Shueisha e os profissionais da série de TV foi descrita como extremamente sinérgica e colaborativa. Hashimoto enfatizou a importância de alinhar certas configurações com o mangá, além da participação ativa no design dos personagens e nas sessões de dublagem, tanto dele quanto de Yoshifumi Tozuka.

“A colaboração criativa foi muito intensa. Nosso objetivo geral era fazer um anime incrível. Conversamos com a equipe de produção de animação sobre certas configurações que estão em alinhamento com o mangá. E quanto ao design dos personagens e sessões de dublagem, tanto eu quanto Sensei [Yoshifumi Tozuka] estávamos realmente presentes ou envolvidos. Então, estamos bastante envolvidos na produção do anime.”

A escolha da David Production como parceira no projeto foi motivada por seu histórico de excelência. A empresa abordou a equipe de “Undead Unluck” com grande entusiasmo, apresentando até um curta de animação como parte de sua proposta, demonstrando sua paixão e visão para a série.

Popularidade Internacional do Anime

Undead Unluck: Yoshifumi Tozuka criador conta como foi chegar na Shonen Jump 4

A popularidade do anime “Undead Unluck” nos Estados Unidos foi um ponto de orgulho e surpresa para Yoshifumi. Sua experiência na Anime NYC e na Anime Expo mais cedo naquele ano revelou a vasta base de fãs internacionais da série.

“Ontem [sexta-feira, 17 de novembro] tive uma sessão de autógrafos, minha primeira durante minha estadia na Anime NYC. Havia fãs de todo o mundo; até conhecemos alguém da Argentina. As pessoas apareceram em cosplay de ‘Undead Unluck’ e até recebemos alguns presentes dos fãs. Então, sim, tenho sentido muito o amor dos fãs.”

Yoshifumi Tozuka: Interesses e Teorias

Além de “Undead Unluck”, Yoshifumi Tozuka tem outros interesses, incluindo séries e jogos como “Hunter x Hunter” e “Yu-Gi-Oh!”. Ele surpreendeu a todos ao revelar que seu personagem favorito em “Hunter x Hunter” é Franklin Bordeau, membro número 7 da Tropa Fantasma.

“Eu gosto do Franklin por causa do design do personagem […] Eu realmente gosto desse design e do seu estilo de luta, com os dedos. No capítulo 8 ou 9, você vê isso em ‘Undead Unluck’.”

Ele também compartilhou uma teoria interessante sobre um dos mecânicos mais importantes em “Yu-Gi-Oh!”, as cartas armadilha. “Minha teoria é que Takahashi-sensei criou a carta armadilha para que houvesse mais ação. Não há espera. Mas quem sabe qual é a verdade; isso é apenas uma teoria.”

 

Fonte: animecorner

Deixe seu comentário