Kurt Russell e Superman: Enfrentando o Legado de Marlon Brando nos Rumores de Elenco

Com James Gunn definido para dirigir Superman: Legacy, Kurt Russell discute a possibilidade de ele se juntar ao Universo DC como um personagem central do Superman.

Resumo:

  • Kurt Russell expressa interesse em interpretar Jor-El em Superman: Legacy, de James Gunn, citando a atuação de Marlon Brando como inspiração.
  • Russell menciona a falta de informações sobre Jor-El e sugere que pode haver uma nova visão do personagem.
  • Tendo gostado de trabalhar com James Gunn, Russell deixa a porta aberta para a possibilidade de ingressar no Universo DC.

Kurt Russell, que atuou em “Guardiões da Galáxia Vol. 2” de James Gunn, discutiu se estaria ou não aberto a interpretar Jor-El em “Superman: Legacy” como parte do Universo DC. Agora que a greve da SAG-AFTRA (Sindicato dos atores de Hollywood) chegou ao fim, o elenco de “Superman: Legacy” tem continuado a adicionar novos atores ao aguardado filme do Universo DC. No entanto, é provável que mais personagens sejam escalados antes do início das filmagens no próximo ano.

Em uma nova entrevista para a Comic Book, Russell foi diretamente questionado sobre seu interesse em interpretar Jor-El, o pai biológico do Superman, em “Superman: Legacy”, dirigido por Gunn. Ao refletir sobre a atuação de Marlon Brando em “Superman: O Filme”, Russell compartilhou suas opiniões sobre a possibilidade de se juntar ao Universo DC de Gunn como Jor-El:

Sim! Sim, vou enfrentar Marlon Brando! Quero dizer, havia algo incrível no jeito que ele estava olhando ao redor – eu não me importo que ele estivesse olhando para suas falas – ele é muito legal de assistir! Quer saber: não sabemos muito sobre Jor-El. Talvez haja uma versão… Nunca ouvi isso, então não sei. Foi incrível trabalhar com James Gunn, então nunca se sabe.

Superman: as mudanças no filme do Legacy tornam Jor-El ainda mais emocionante

Kurt Russell e Superman: Enfrentando o Legado de Marlon Brando nos Rumores de Elenco 2

Embora Jor-El tenha passado por diferentes reinvenções em diversos filmes e programas de TV do Superman, tanto em live-action quanto em animação, “Superman: Legacy” tem a oportunidade de abordá-lo de uma perspectiva única. Na maioria das adaptações do Superman, o público costuma testemunhar o encontro inicial entre Clark Kent e Jor-El, a partir do qual desenvolvem seu relacionamento. No entanto, James Gunn deixou claro que “Superman: Legacy” não será uma história de origem, com Clark já estabelecido como um super-herói em seu início de carreira.

Se Jor-El fizer parte de “Superman: Legacy”, isso implicaria que ele e Clark já teriam uma dinâmica estabelecida, o que pode trazer um frescor à narrativa, dependendo de como Gunn abordar essa dinâmica. Tomando “Smallville” como exemplo, a série protagonizada por Tom Welling explorou várias temporadas em que Clark e Jor-El enfrentaram desafios para construir uma relação pai-filho, agravada pelo fato de que Jor-El era uma inteligência artificial kryptoniana programada para a Fortaleza da Solidão. No entanto, ao longo da série, eles conseguiram desenvolver um relacionamento mais sólido. Em “Superman: Legacy”, a dinâmica entre Clark e Jor-El já poderia estar estabelecida, uma vez que Jor-El desempenha o papel de guia na exploração das raízes kryptonianas de Clark.

 

Nota: No momento da publicação desta história, não houve relatos oficiais sobre Jor-El sendo escalado para Superman: Legacy.

Será realmente fascinante ver como James Gunn abordará os elementos essenciais do Superman, como Jor-El e a Fortaleza da Solidão, nesta versão do Universo DC. Dado o histórico de diferentes interpretações de Jor-El em outras séries e filmes do Superman, uma nova abordagem pode revitalizar o universo do personagem, especialmente se for integrada com outros elementos importantes da mitologia do Superman. Esperamos que James Gunn revele mais informações sobre “Superman: Legacy” em breve, à medida que o ano de 2023 avança.

 

Fonte: Comic Book

 

 

Deixe seu comentário