Homem-Aranha: Longe de Casa [Crítica]

1

Filme do teioso encerra a fase 3 do MCU de forma bastante divertida e entrega as melhores características do personagem.

Homem-Aranha obriga aos amantes do personagem e de todo o MCU a reconhecer o acerto da Sony em inserir o personagem na trama construída pela Marvel nos cinemas.

Tudo funciona direitinho pois o filme serve como um epílogo para o que aconteceu em Vingadores: Ultimato, e encerra a Fase 3. Longe de Casa tem tudo aquilo que faz os amantes de quadrinhos e de cultura pop gostarem deste universo: a aventura, batalhas épicas, doses de humor e claro muitas cenas cativantes.

Nesta segunda aventura do Amigão da Vizinhança no universo da Marvel Studios, o personagem é desenvolvido de forma bastante satisfatória. Na trama, Peter(Tom Holland) e seus amigos estão se acostumando à nova realidade, já que ficaram fora do mundo por cinco anos, após o estalo de Thanos em Guerra Infinita(evento chamado de blip). Num movimento para ajudar os jovens a se recolocarem na civilização, a escola Midtown High promove uma viagem para a Europa no verão. Mas é claro que surgem problemas, e cabe ao Cabeça de Teia ajudar a solucionar a situação.

De agora em diante Spoilers da trama do filme, não fique Longe de Casa, assita o filme e volte para ler depois.

Ou se você é um cimério barbaro ao estilo de Conan espada selvagem ai sim você pode continuar lendo

O mundo está sob ataques de monstros. Conhecidos como elementais (gelo, água, ar e fogo). Mystério (Jake Gyllenhaal) parece ser o único capaz de deter essas criaturas. Então Nick Fury preocupado com a situação, e, para que os Vingadores estejam presentes no controle da situação, ele tenta recrutar o Teioso para enfrentar este perigo junto com Mystério. Entretanto Peter está mais querendo curtir a viagem pela Europa e desenvolver seu relacionamento com Mary Jane (Zendaya) do que se envolver na batalha. Assim Nick Fury tem uma ideia, ele “sequestra” a viagem da turma de Peter para que o tour pelos países europeus aconteça onde as ameaças dos elementais estão aparecendo. Parker meio que é obrigado a aceitar.

Homem-Aranha: Longe de Casa [Crítica] 1

Neste meio tempo, Fury entrega um óculos a Peter a pedido do falecido Tony Stark. Este óculos é aquele que Stark usava para ter acesso à rede de segurança interplanetária criada por ele, com direito a base de dados de pessoas e armas estacionárias na órbita do planeta. Após algumas burradas no uso do recurso (o que gera momentos hilários), ele toma uma dura de Fury o que o leva a questionar se ele é apto a ser o que Tony Stark pretendia para ele como Herói. Então Peter decide entregar os óculos a Mystério. Neste momento Mystério se revela como o verdadeiro grande vilão da trama. Ele estava o tempo todo usando um sistema superavançado de hologramas para gerar todos os monstros e enganar as pessoas.

Com essa tentativa de se ver como o herói que o Homem de Ferro sempre acreditou que ele é, surge o principal ponto forte do longa: a construção da dualidade de Peter entre abraçar este lado ou tentar viver uma vida como um adolescente normal. Isso é algo recorrente nas histórias do Aranha, assim como as dificuldades sociais de Peter estão mais evidentes neste longa, principalmente quando ele está fantasiando sobre um possível relacionamento com MJ.

Homem-Aranha: Longe de Casa [Crítica] 2

O mais legal é ver como Holland consegue manter a essência do personagem, tendo empregado sua forma de atuação, diferente de qualquer outro ator que interpretou o Homem-Aranha. Outra coisa é entregar este sentimento de dualidade de uma forma convincente já que no cerne desta questão está no peso que o herói sente pela morte de Tony Stark e os acontecimentos de Ultimato.

Esteticamente, Longe de Casa dá um salto em relação à visão tradicional apresentada em De Volta ao Lar. Aliado ao diretor de fotografia Matthew J. Lloyd (Capitã Marvel), Watts entrega algumas sequências visualmente incríveis de batalha, com ângulos retirados diretamente dos quadrinhos. Em uma delas, onde realidade e ilusão se misturam ao enfrentar Mysterio, o diretor constrói uma das batalhas mais criativas de todo o MCU.

É VISIVEL PARA QUEM ACOMPANHA OS FILMES DA MARVEL QUE O FILME PREPARA O TERRENO PARA A FASE 4

Homem-Aranha: Longe de Casa é uma exelente diversão e consegue trazer o que há de melhor nesse universo do teioso. Uma aventura que certamente deixará os fãs curiosos pelo que vem por aí. E claro não deixe de ver as cenas pós créditos. Então sobre ela não vou falar nada para deixar a curiosidade aflorar.

 

 

0 0 voto
Gostou do Post?
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
K-basso

MJ = Michelle Jones. O nome da mina que o Peter Parker está apaixonado no filme é Michelle Jones. Chamada sempre de “MJ”, achei muito paia isso, pq tá todo mundo confundindo ela com a Mary Jane, mas são personagens diferentes.
Filme muito bom e animava o publico para as continuações… maaaaaaaaaaaas, devido a questões politicas e de grana entre Disney x Fox. Nâo sei se as continuações serã melhores que os dois primeiros…