Um vilão de One Piece é muito mais sombrio na série da Netflix do que no anime

Os fãs de One Piece não demoraram a perceber que um dos principais antagonistas da adaptação live-action é bem mais sombrio que sua contraparte do anime. Estamos falando, é claro, de Buggy, o Palhaço. Sendo assim, o que explica essa considerável mudança?

“O jovem pirata Monkey D. Luffy veste o chapéu de palha e, com sua tripulação atrapalhada, zarpa em uma jornada épica nesta adaptação em live-action do popular mangá”, diz a sinopse oficial de One Piece na Netflix.

A 1ª temporada de One Piece adapta alguns dos arcos mais interessantes do mangá de Eiichiro Oda. Até o momento, as primeiras impressões do público e da crítica são largamente positivas.

Em um papo recente com a imprensa, a equipe de One Piece falou sobre a mudança na vibe de Buggy; confira! (via ScreenRant)

Um vilão de One Piece é muito mais sombrio na série da Netflix do que no anime 1

Por que Buggy é tão sombrio na versão live-action de One Piece?

Na versão live-action de One Piece, o palhaço Buggy é caracterizado de maneira bem mais sombria que sua contraparte do anime.

Essa mudança, de acordo com a equipe de produção de One Piece, serve para trazer um maior “equilíbrio” entre a irreverência da série e seus elementos mais sérios.

Personagens como Luffy, por exemplo, entram de cabeça no humor de One Piece, enquanto figuras como Buggy desempenham o papel contrário.

Em uma entrevista à revista Variety, publicada logo após o lançamento de One Piece na Netflix, Marc Jobst, o diretor e produtor-executivo da série live-action, falou sobre as mudanças na caracterização do antagonista.

“Adotando uma perspectiva muito sombria, você não consegue adaptar One Piece. E se você deixar tudo muito alegre e bobalhão, acaba perdendo a profundidade da obra. Então, à medida que você traz leveza à história, pode investir em arcos mais sombrios”, explica o produtor.

Ou seja: como citamos anteriormente, o teor sombrio da caracterização de Buggy serve para “balancear” as cenas mais engraçadas da série, respeitando assim o legado e o estilo do mangá de Eiichiro Oda.

“Como temos o Luffy para trazer leveza, decidimos transformar o Buggy em alguém mais sombrio. Na adaptação deste personagem, nossa missão foi honrar sua atitude de palhaço sem esquecer que, na verdade, ele é realmente perigoso. Afinal, ele também comeu a Fruta do Diabo”, completou o diretor.

Você já pode conferir todos os episódios da 1ª temporada de One Piece na Netflix. O anime da saga também está disponível na plataforma.


Fonte Principal

Deixe seu comentário