O herói do filme mais flopado da Marvel vai retornar ao MCU em 2025

O filme O Justiceiro: Em Zona de Guerra lançado em 2008, foi um dos menos lucrativos da Marvel, arrecadando apenas US$10,1 milhões contra um orçamento de US$35 milhões. Este filme, dirigido por Lexi Alexander, apresenta Ray Stevenson como Frank Castle, um ex-marine transformado em vigilante conhecido como O Justiceiro.

A trama coloca Castle contra Jigsaw, interpretado por Dominic West, um chefe do crime responsável pela morte da família de Castle. O Justiceiro: Em Zona de Guerra segue a tendência violenta e sombria dos filmes anteriores d’O Justiceiro, mas falhou em conquistar sucesso nas bilheterias. No entanto, o filme desenvolveu uma base de fãs leais que apreciaram a interpretação de Stevenson e a direção de Alexander.

Embora o filme tenha sido criticado por sua violência gráfica e personagens pouco desenvolvidos, foi elogiado por sua abordagem mais fiel ao material de origem. A importância do personagem do Justiceiro aumentou com o retorno de Jon Bernthal como Frank Castle no universo cinematográfico da Marvel. Bernthal interpretou o personagem de forma aclamada em séries como Demolidor e O Justiceiro, da Netflix.

A reintrodução do Justiceiro no MCU, através da série Daredevil: Born Again (com estreia estimada para 2025), promete ser um momento emocionante para os fãs.

O desempenho financeiro de O Justiceiro: Em Zona de Guerra contrasta com outros filmes da Marvel que tiveram sucesso comercial, mesmo que tenham sido mal recebidos pela crítica. Por exemplo, Demolidor (2003) teve uma arrecadação que mais do que dobrou seu orçamento, enquanto O Justiceiro (2004) arrecadou US$54.7 milhões em um orçamento de US$33 milhões. O Justiceiro: Em Zona de Guerra, no entanto, não conseguiu atingir o mesmo sucesso.

Jon Bernthal como o Justiceiro

O retorno do Justiceiro

A narrativa sombria e realista de O Justiceiro: Em Zona de Guerra continua a ser apreciada por muitos fãs e críticos, que acreditam que o filme merece uma revisão e análise mais cuidadosa.

O retorno do Justiceiro ao MCU, com Bernthal reprisando o papel, oferece a oportunidade de redenção não apenas para o personagem, mas também para o filme de 2008.

Em conclusão, pode ter sido um fracasso nas bilheterias, mas sua importância como uma interpretação autêntica e fiel do personagem do Justiceiro não pode ser subestimada.

Com o ressurgimento do personagem na franquia da Marvel, há esperança de que o legado do filme seja reavaliado e apreciado por uma nova geração de fãs.

A série do Demolidor estreia em março de 2025 no Disney+.


Fonte 

Deixe seu comentário