Disney + está flopando nem ‘Invasão secreta’ conseguiu dar novo fôlego a Disney

O último show da Disney + Marvel começou oficialmente, e o streamer não está correndo riscos quando se trata de seu público.

Crédito: Disney

Crédito: Disney

O último programa Disney+ Marvel que atingiu o serviço de streaming foi o divisivo She-Hulk: Attorney at Law. Com a vencedora do Emmy Tatiana Maslany no papel-título de Jennifer Walters/She-Hulk, a comédia dramática de super-heróis de nove episódios causou sensação por seus efeitos visuais e diferença tonal.

Como ela venceu o Emmy? você deve esta se perguntado. O emmy não é mais o mesmo assim como a Marvel pós morte do Stan Lee.

Dito isso, muitos aplaudiram o Marvel Studios de Kevin Feige por oferecer ao público algo ainda não visto no Universo Cinematográfico da Marvel – até teve uma aparição sólida de Charlie Cox como o Demolidor Matt Murdock. Mas nem She-Hulk nem os filmes da Fase Cinco do MCU, Homem-Formiga e a Vespa: Quantumani a (2023), acertaram em reacender a paixão pelo agitado gênero de filmes de quadrinhos.

Crédito: Marvel Studios

Crédito: Marvel Studios

O MCU deu uma virada há dois anos, quando WandaVision estreou não apenas no início da Fase Quatro, mas também como o primeiro programa de televisão canônico. Muitos outros seguiram com coisas como Loki de Tom Hiddleston, Moon Knight e Ms. Marvel. Mas, como resultado de todo esse conteúdo, muitos fãs e críticos acreditam que o MCU está ficando supersaturado e diluído, especialmente com a franquia de grande sucesso atualmente em sua era Multiversal com a Saga Multiverse.

Claro sem deixar de exaltar toda a agenda Woke inclusiva que a Disney adota, como troca de raças, troca de personagens, mudanças de histórias, mudanças de protagonismo e etc.

Como Bob Iger que voltou para a The Walt Disney Company, a correção de curso está em andamento em toda a linha, mas com resalvas devemos sempre lembrar que é Bob Iger.

Lembrando que toda essa Disney lacradora é fruto do próprio Bob Iger, as diretoras e diretores da Disney todos tinham sido indicados pelo Bob Iger, inclusive Bob Chapek seu sucessor foi indicado por ele como CEO na sua saída. Então não espere grandes mudanças.

Para o universo live-action da Marvel, isso significa que muitos projetos no mundo da TV e do cinema foram adiados ou até descartados, deixando o público se perguntando como a Marvel Studios pretende lidar com a fadiga do super-herói, bem como a prisão e julgamento de sua Fase Cinco. e o ator de Six Big Bad, Jonathan Majors (Kang, o Conquistador).

A quase constante escuridão CGI do Multiverso está aparentemente descansando no momento, enquanto a Marvel direciona o foco de volta para a Terra e a ameaça Skrull contra a humanidade.

A invasão secreta finalmente estreou em 21 de junho de 2023 e trouxe o ex-diretor da SHIELD e orquestrador dos Vingadores favorito de todos, Nick Fury (Samuel L. Jackson) , de volta à luta. Jackson é acompanhado por Ben Mendelsohn como Talos, Emilia Clarke como G’iah, Cobie Smulders como Maria Hill , Kingsley Ben-Adir como Gravik, Olivia Coleman como Sonya Falsworth, Martin Freeman como Everett K. Ross e Don Cheadle como James Rhodes. Também conhecido como Rhodey/War Machine.

Crédito: Marvel Studios

Crédito: Marvel Studios

“Na nova série Secret Invasion da Marvel Studios, ambientada nos dias atuais do MCU, Nick Fury descobre uma invasão clandestina da Terra por uma facção de metamorfos Skrulls”, diz a sinopse oficial. “Fury se junta a seus aliados, incluindo Everett Ross, Maria Hill e o Skrull Talos, que construiu uma vida para si mesmo na Terra. Juntos, eles correm contra o tempo para impedir uma invasão Skrull iminente e salvar a humanidade.”

E, diferente de qualquer outro programa Disney+ Marvel, o streamer emitiu um aviso para o público que pretende assistir à série.

Em seu marketing para Secret Invasion , como visto em lugares como a conta oficial do Instagram da Marvel UK, Disney + está alertando os espectadores sobre conteúdo adulto. A tag, que pode ser vista em imagens como esta , afirma que “Controle dos pais é recomendado”. O aviso provavelmente se deve ao fato de Invasão Secreta ter uma classificação de 16+ , enquanto outros programas como O Falcão e o Soldado Invernal e She-Hulk: Advogada têm classificação de 12+ no Disney+ UK. Nos Estados Unidos, todos, incluindo Secret Invasion , são classificados como TV-14.

Os avisos emitidos vêm quando Secret Invasion falhou em grande parte em impressionar em sua estreia. No momento, o último programa Disney + Marvel detém uma pontuação de crítica de 65% com uma pontuação de audiência de 75% e, apenas uma semana antes de sua estreia oficial, a série foi fortemente criticada, dando-lhe a pior pontuação na história do programa de TV MCU em 69%. Na verdade, mesmo com uma pontuação de crítica de 65%, a pontuação máxima da crítica é tão baixa quanto 52%, provando que as avaliações estão despencando. Pode-se dizer que a Marvel esperava diminuir a tensão tornando a Invasão Secreta mais madura, mas isso aparentemente não funcionou.

A verdade é que ninguém tem mais saco para assistir esse tipo de série que acabou com os quadrinhos. Todo filme e série da Marvel foge dos quadrinhos e cria uma história nova fraca e chata com super mulheres badass e homens fracos e bobos acéfalos. E claramente o super espião da Marvel não passa de um coitado fraco, até o tapa olho do Fury foi removido para que passe sempre a mensagem que não passa de bosta emasculado e que alguma mulher na série terá que assumir o protagonismo dele, ou que ele o super espião é super burro e não consegui resolver nada ai entra uma mulher que tem todas as respostas.

Mas as pessoas se casaram desses roteiros fracos e sem emoção e isso tem refletido nas notas criticas.

As críticas menos que estelares são apenas mais um golpe para o MCU, onde a deterioração da qualidade da narrativa está claramente em andamento.

 

 

Fonte: insidethemagic

Deixe seu comentário