Max: Veja os planos e por que não é mais HBO Max

A HBO Max mudou de nome para apenas Max no Brasil em 27 de fevereiro. Dessa forma, a plataforma no Brasil passou a ter o mesmo nome que nos EUA. Vamos ver o porquê dessa mudança e qual o valor dos planos. Além disso, mostramos o que acontece com quem já assinava a plataforma antes da troca e se a promoção de adesão inicial continua valendo.

A HBO continua sendo uma marca sólida e valiosa, representando programas originais de TV de alta qualidade, ao longo de décadas, desde Família Soprano e Curb Your Enthusiasm até Game of Thrones e Succession.

Enquanto isso, o nome Max, como observadores apontaram, é bastante genérico do ponto de vista de branding.

Vale notar que o nome de usuário @Max no X/Twitter pertence ao co-fundador do Instacart, Max Mullen, enquanto no Instagram é mantido pelo jogador de hóquei Max Domi, atacante do Dallas Stars.

Com isso, no X a plataforma usa o nome de usuário @StreamMaxBR e @StreamOnMax.

Aqui estão as razões básicas pelas quais a Warner Bros. Discovery optou por remover o HBO do HBO Max no relançamento (via Variety):

Sinalizar uma mistura de programação mais ampla: O HBO Max foi posicionado como o sucessor da HBO, mas desde o início incluiu mais do que apenas o conteúdo da HBO propriamente dita.

Com o Max, a Warner Bros Discovery incluiu uma série de programas de não ficção do lado da antiga Discovery Communications, e o Max apresenta mais de 35.000 horas de conteúdo, mais do que dobrando a programação em relação ao HBO Max.

O objetivo da empresa é permitir que “cada membro da família… veja o que quiser a qualquer momento”, disse o CEO David Zaslav ao anunciar o novo nome.

Em um slide muito controverso do relatório de ganhos da WBD em 2022, quando anunciou pela primeira vez o plano de fusão do HBO Max e Discovery+, a empresa afirmou que o HBO Max tinha um “viés masculino” com foco em roteiros, enquanto o Discovery+ tinha um “viés feminino” com conteúdo não roteirizado.

De qualquer forma, a ideia era que o novo nome Max fosse necessário para refletir que é um lugar onde você pode assistir não apenas a séries como Euphoria e Barry, mas também a programas como Irmãos à Obra e episódios do Shark Week.

E embora o HBO não esteja mais no nome do serviço, ele mantém uma posição proeminente no Max.

Outro motivo é, também, tornar a plataforma principal mais “amigável para a família”: Executivos da Warner Bros. Discovery sentiram que o nome HBO estava de alguma forma limitando a aceitação do HBO Max em lares com crianças.

Logo do Max

Os preços e os planos do Max

O novo serviço, que agora incluirá conteúdo do Discovery+ oferecerá 3 planos, conforme anunciado pela plataforma.

O plano básico, com assinatura mensal de R$ 29,90 e anual de R$ 226,80 (equivalente a 18,90 por mês), oferece acesso à Max com a inclusão de publicidade.

Os assinantes podem desfrutar do conteúdo em dois dispositivos simultaneamente, com resolução Full HD.

O plano standard, com mensalidade de R$ 39,90 e assinatura anual de R$ 358,80 (equivalente a 29,90 mensais), também permite o acesso simultâneo em dois dispositivos, com resolução Full HD. A principal diferença é a ausência de anúncios e a possibilidade de realizar até 30 downloads de conteúdos para visualização offline.

Por fim, o plano platinum, com mensalidade de R$ 55,90 e assinatura anual de R$ 478,80 (equivalente a 39,90 mensais), oferece um pacote mais abrangente. Os assinantes podem assistir a Max em até quatro dispositivos simultâneos, com resolução Full HD ou 4K, áudio Dolby Atmos e a opção de realizar até 100 downloads de conteúdo para visualização offline.

Além disso, os usuários do HBO Max que adquiriram a oferta inicial de 50% de desconto continuarão com ele, mas apenas até cancelar a assinatura. Quem cancelar e optar por voltar perderá o desconto.

Dessa forma, quem manteve a assinatura do HBO Max inicial tem ela convertida para o standard do Max, mas pelo valor de R$17,45.


Fonte 

Deixe seu comentário