Após 70% de Declínio no Lucro: Square Enix muda de estratégia ‘Qualidade Sobre Quantidade’

Após um declínio anual de aproximadamente 70% nos lucros, a Square Enix finalmente chegou à conclusão de que sua melhor esperança de recuperação financeira é adotar uma abordagem de “qualidade sobre quantidade” em seus projetos de desenvolvimento de videogames.

A desenvolvedora de Kingdom Hearts revelou este insight sobre suas atuais dificuldades financeiras e seus planos futuros como parte dos relatórios fiscais anuais da empresa para o período de 31 de março de 2023 a 31 de março de 2024.

Abrindo o relatório com uma visão geral de suas operações no último ano, a Square Enix explicou aos investidores que, embora “as vendas líquidas para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2024 totalizaram ¥356,344 milhões (um aumento de 3,8% em relação ao ano fiscal anterior), o lucro operacional foi de ¥32,558 milhões (uma diminuição de 26,6% em relação ao ano fiscal anterior)”, o que, juntamente com a contínua perda de poder de compra do Yen, resultou em uma queda da receita ordinária para “¥41,541 milhões (uma diminuição de 24,1% em relação ao ano fiscal anterior).”

Relacionado:

Square Enix sofre perdas milionárias: Reestruturação prevê cancelamento de vários jogos de console

Como resultado desses fatores, bem como do cancelamento recente de vários títulos em desenvolvimento para consoles como parte de um plano de redução de custos previamente anunciado, a empresa informou que “os lucros atribuíveis aos proprietários da matriz totalizaram ¥14,912 milhões (uma diminuição de 69,7% em relação ao ano fiscal anterior)”.

No que diz respeito especificamente às operações de videogames, vale destacar que das quatro principais divisões da empresa – Amusement (jogos de arcade e instalações de parques de diversão), Publicação (mangás e livros relacionados a jogos), Merchandising (produção e venda de itens relacionados à propriedade intelectual da Square Enix) e Entretenimento Digital (videogames) – a Entretenimento Digital foi a única que não conseguiu aumentar seu desempenho no último ano, com a receita operacional do segmento diminuindo um total de “38,3% em relação ao ano fiscal anterior” devido a “maiores despesas de amortização dos custos de desenvolvimento e de publicidade, bem como maiores perdas na avaliação de conteúdo em comparação com os anos fiscais anteriores”.

Buscando reverter essa situação, a Square Enix anunciou que se comprometeria com um “novo plano de negócios de médio prazo” voltado para “reiniciar” suas operações “para um crescimento de longo prazo”.

Esse plano, segundo o estúdio de Final Fantasy VII, visa alcançar quatro objetivos específicos nos próximos três anos: focar no “desenvolvimento de títulos que proporcionem diversão”, mudar os planos de lançamento de videogames “para uma estratégia multiplataforma”, reconstruir suas divisões de negócios no exterior “do zero” e alocar “um máximo de ¥100 bilhões para investimentos estratégicos totais (investimentos em crescimento ou retornos aos acionistas).”

Como parte de seu compromisso com títulos divertidos, a Square Enix compartilhou uma nova “estrutura de filosofia corporativa” na qual afirmam que seu novo objetivo daqui em diante será “enriquecer a vida das pessoas com a nossa ajuda na criação de ‘experiências inesquecíveis’.”

Relacioando:

Square Enix Fala Em Mudar A Estratégia: Do Prejuízo dos Blockbusters para Jogos de Orçamento Médio

“A experiência que impressiona as pessoas fica gravada na mente como ‘experiências inesquecíveis’ ao longo do tempo”, afirmou a desenvolvedora. “‘Experiências inesquecíveis’ farão parte do valor percebido pelas pessoas ao longo do tempo, levando a um suporte moral. ‘Experiências inesquecíveis’ enriquecem a vida das pessoas. Gostaríamos de ajudar a criar preciosas ‘experiências inesquecíveis’ ao entregar conteúdos repletos de diversão garantida.”

Além disso, a Square Enix observou que, como parte de sua “mudança de quantidade para qualidade”, eles visam “criar o portfólio ideal, equilibrando uma abordagem ‘product-out’ que dá liberdade à imaginação dos criadores durante o desenvolvimento de conteúdo, e uma abordagem ‘market-in’ que leva em consideração as vozes e dados dos clientes para orientar nossos esforços de desenvolvimento,” “engajar-se honestamente com nossos clientes e buscar uma cadência regular de lançamentos,” e focar seus “esforços e investimentos em títulos com forte potencial para serem amados por anos.”

Curiosamente, a desenvolvedora destacou que essa mudança os levaria a “tentar criar novas IPs” novamente, bem como “priorizar novas formas de empolgação e equilibrar o potencial de ganhos.”

Até o momento, a Square Enix ainda não anunciou nenhum título futuro como parte de sua nova mudança para entregar aos jogadores o que eles realmente querem, em vez de explorá-los com títulos de serviço ao vivo para dispositivos móveis.

No entanto, espera-se que um desses títulos seja o tão aguardado Kingdom Hearts 4.

 

Fonte: boundingintocomics

Deixe seu comentário