Por que o atraso de Branca de Neve é uma bomba nuclear para os resultados financeiros da Disney

O custo do filme live-action da Disney, antes dos atrasos e refilmagens, apresenta uma imagem clara.

A Branca de Neve da Disney teve seu lançamento adiado em um ano, e um relatório recente indica que o filme, estrelado por Rachel Zegler e Gal Gadot, está enfrentando grandes desafios para alcançar o sucesso nas bilheteiras. Uma investigação da Forbes revelou que, mesmo antes do adiamento significativo e das evidentes refilmagens – evidenciadas pelas imagens recentemente divulgadas que mostram a mudança de direção da Disney em relação à abordagem de seu primeiro longa-metragem – o filme está lutando para competir com o desempenho de outros filmes da empresa lançados recentemente.

Os aspectos financeiros da produção cinematográfica geralmente são mantidos em sigilo, já que os estúdios consolidam as despesas individuais dos filmes dentro de seus orçamentos globais, sem especificar a alocação para cada projeto. No entanto, existem exceções, principalmente para filmes filmados no Reino Unido, como no caso de Branca de Neve. Este filme em particular foi gravado nos arredores de Londres, no renomado Pinewood Studios, bem como em diversos locais do Reino Unido.

As produções realizadas no Reino Unido se beneficiam do regime governamental de redução de impostos para filmes, que oferece aos estúdios um reembolso em dinheiro de até 25% de suas despesas no Reino Unido, desde que isso represente pelo menos 10% do orçamento total do filme. Para aproveitar esse incentivo, os estúdios estabelecem entidades separadas para cada filme e são obrigados a apresentar demonstrações financeiras detalhadas abordando diversos aspectos, incluindo o número de funcionários, salários, despesas e reembolsos em dinheiro recebidos. Essas empresas costumam usar codinomes para manter a discrição, especialmente ao solicitar licenças de filmagem, a fim de evitar a atenção indesejada dos fãs e de terceiros.

Quanto custou a produção de ‘Branca de Neve’?

Por que o atraso de Branca de Neve é uma bomba nuclear para os resultados financeiros da Disney 1

No caso de Branca de Neve, a subsidiária da Disney no Reino Unido, chamada Hidden Heart Productions, supervisionou o projeto. As demonstrações financeiras recentemente divulgadas revelam que, durante o período de três anos que antecedeu 31 de julho de 2022, a Disney investiu impressionantes US$ 209,3 milhões (£ 150,5 milhões) o que equivale a mais de 1bi em reais gastos na produção do filme. Os registros atribuem uma parte significativa desse custo a atrasos causados pela pandemia na produção do filme – uma situação não incomum, especialmente quando comparada a outros lançamentos de grande orçamento.

As despesas consideráveis também beneficiam o Reino Unido, já que os estúdios costumam utilizar serviços locais, como aluguel de equipamentos, viagens e empresas de efeitos visuais. A produção cinematográfica gera oportunidades de emprego, e a Hidden Heart Productions, por exemplo, contratou 354 funcionários, sem contar os freelancers que compõem a maioria da equipe de filmagem. O investimento da Disney em talentos e serviços locais é, portanto, facilmente justificável como mutuamente benéfico.

Graças a esse benefício fiscal no Reino Unido, a Disney recebeu um reembolso de US$ 41,1 milhões (£ 29,5 milhões) para Branca de Neve, reduzindo suas despesas líquidas com o filme para US$ 168,2 milhões. Este constitui o orçamento básico que o filme deve cobrir, e é importante observar que se espera que esses custos aumentem significativamente – e muito provavelmente já aumentaram, com qualquer material promocional tendo que ser descartado com as mudanças de lançamento. Além disso, isso foi antes de qualquer trabalho de pós-produção do filme.

Em julho de 2022, o filme precisava arrecadar pelo menos US$ 340 milhões para atingir o ponto de equilíbrio, se aplicarmos a lógica de que os cinemas e estúdios ficam com 50% da bilheteria do filme. Isso foi em um mundo antes dos filmes da Marvel afundarem sem deixar vestígios, Indiana Jones lutava para ter um desempenho e The Marvels estreiava com números preocupantemente baixos . Para Branca de Neve , o público terá apenas que esperar para ver quando o filme estreia nos cinemas em 22 de maio de 2025.

 

Fonte: Collider

 

Deixe seu comentário