[Crítica] Jonh Wick 3: Parabellum

0
[Critica] Jonh Wick 3: Parabellum
[Critica] Jonh Wick 3: Parabellum

Durante uma semana fiquei pensando em como escrever uma crítica sobre john wick 3: Parabellum. Como falar de um filme sem falar dos seus antecessores?

Como não fiz uma crítica sobre os dois primeiros filmes da franquia irei fazer algumas observações sobre eles para que a crítica possa fazer mais sentido ou só para encher linguiça mesmo.

Tudo começou Há um tempo atrás Na ilha do sol … Na ilha do sol

Brincadeira, lembro-me de quando baixei o primeiro filme John Wick de maneira alternativa para assistir. Não tinha nenhuma expectativa, mas quando comecei assistir fui surpreendido com uma busca incansável por uma vingança onde só existia um objetivo a vingança.

A questão é que o filme era muito bom, me surpreendeu o fato de (Keanu Reeves está de volta ao jogo) como John Wick.

No filme (John Wick – De Volta Ao Jogo). Não me culpem esse é o nome do filme no Brasil.

Tentei fazer um trocadilho acima, mas estou sem inspiração para trocadilhos hoje, Na ilha do sol … música maldita não sai da minha cabeça.

Tudo bem estou de volta ao jogo… foi mal, mas tá difícil de evitar vão ter que aguentar os meus trocadilhos.

Mas resumidamente o primeiro filme da série me surpreendeu em todos os sentidos, um cara aparentemente comum se lamentando pela morte do amor da sua vida, sua falecida esposa e se agarrando as poucas lembranças que restara dela. Um filhotinho de cachorro e um Mustang Boss 429 1969 que parece ter feito parte das memórias do casal.

John Wick com cachorrinho que sua esposa lhe presenteará
John Wick com cachorrinho que sua esposa lhe presenteará

Até o fatídico momento em que o personagem super conhecido como Theon Greyjoy Games of Thrones e pouco conhecido como (Alfie Owen-Allen) interpretando o personagem Iosef Tarasov decide atravessar o caminho de John Wick.

Theon Greyjoy (Game of Thrones ), Mustang Boss 429 1969 e John Wick
Theon Greyjoy (Game of Thrones ), Mustang Boss 429 1969 e John Wick

Ai já viu né, foi jogar merda no ventilador, se fudeu … foi fazer sacanagem com cachorrinho do John e roubar seu mustang.

Acabou que John Wick decidiu buscar o seu Mustang 69 de volta e decidiu fazer isso da maneira mais simples possível indo lá e matando todo mundo. FIM.

John Wick (John Wick – De Volta Ao Jogo BRA ou John Wick PRT) é um filme americano neo-noir de ação e suspense dirigido por Chad Stahelski e David Leitch. É protagonizado por Keanu Reeves, que interpreta o personagem titular, além de contar com Michael Nyqvist, Alfie Allen, Adrianne Palicki, Bridget Moynahan, Dean Winters, Ian McShane, John Leguizamo e Willem Dafoe em seu elenco. A história se concentra em John Wick, um assassino aposentado que busca vingança pelo roubo de seu carro e a morte de seu cachorro, um presente de sua esposa recentemente falecida. Stahelski e Leitch dirigiram o filme juntos, apesar de Leitch não ter sido creditado.

John Wick 2: Um Novo Dia Para Matar

O filme é uma continuação direta do primeiro filme, 4 dias depois do primeiro filme  vemos John Wick em uma caçada feroz em busca do seu Mustang Boss 429 1969.

Eu também faria a mesma coisa se tivesse um Mustang 69 igual o do John Wick no filme, mataria meio mundo pra ter ele de volta. Se existe uma coisa que aprendi com esses filmes é que nunca se deve mexer com a Esposa, Cachorro e nunca jamais e em hipótese alguma devemos mexer com Mustang 69 de quem quer que seja.

O filme continua com a mesma pegada do primeiro, com cenas intensas de ação muito bem atuadas, mas agora John estava precisando de um trocado e decide aceitar um trabalho como nos velhos tempos, mas aí é o John que joga merda no ventilador quebrando um contrato com seu cliente.

john-wick-2 - John-Wick e Morpheu (Reeves Fishburne)
John-Wick e Morpheu (Reeves Fishburne)

John Wick: Chapter 2 (no Brasil: John Wick 2: Um Novo Dia Para Matar) é um filme americano neo-noir de ação e suspense dirigido por Chad Stahelski e escrito por Derek Kolstad, sendo a sequência direta do filme John Wick, de 2014. Um Novo Dia Para Matar é protagonizado por Keanu Reeves, além de contar com Common, Ian McShane, Laurence Fishburne e Riccardo Scamarcio em seu elenco principal. Suas filmagens começaram em outubro de 2015 na cidade de Nova Iorque, e foi lançado nos cinemas americanos no dia 10 de fevereiro de 2017.

Finalmente Jonh Wick 3: Parabellum.

John Wick: Chapter 3 – Parabellum “Parabellum” significa “prepare-se para a guerra”

O que esperar de um filme que em suas retrospectivas anteriores foi nada mais que um cara que praticamente chegava e matava tudo e a todos de maneira sanguinolenta e agressiva, John Wick um cara de poucas palavras, mas que não economizava balas nos primeiros filmes.

Sequências e mais sequências de cenas de morte e sangue, violência gratuita e nada mais. Como esse filme poderia superar os primeiros filmes ou como esse filme poderia não ser um fiasco com ideias batidas e cenas de puro clichê cinematográfico?

Bem meus unicórnios itinerantes,  se tiver coragem de continuar lendo talvez descubram a minha opinião.

John Wick 3 é uma continuação direta do final do segundo filme, logo no início somos levados a lembrar do últimos minutos do segundo filme e o que levará  a John está naquela situação moribunda em que ele se encontra.

Respiração ofegante, mancando de uma perna e se arrastando com seu novo cachorro um lindo pitbull red nose como companhia, procurando chegar em algum lugar o mais rápido possível (parece estar com pressa John), sempre olhando para o relógio e  tudo e a todos os observando … John tenta correr pegar um táxi ir para algum lugar, mas desisti continua a pé, A chuva caindo sem dar trégua ele se arrasta, tem pressa … muita pressa de chegar em algum lugar … Para onde você vai John? O tempo está acabando.

John Wick o tempo esta acabando - Pitbull Lindo
John Wick o tempo esta acabando – Pitbull

Um início de tirar o fôlego, com uma cena maravilhosa, assim começa o filme.

Ao assitir o filme me surpreendi em tudo, achei que seria o famosa esquema do mais ou menos igual acontece na maioria das triologia de grande sucessos (Exterminador do Futuro, Transformers e etc..) em que o terceiro filme entrega alguma coisa mais ou menos, mas aí aceitamos, já que os primeiros filmes foram bons e deixamos de criticar.

John Wick caminhando na chuva - O tempo esta quase acabando
John Wick caminhando na chuva – O tempo esta quase acabando

Esse filme trouxe tudo que existia nos primeiros filmes e mais, me fez ficar grudado na tela sem piscar para não perder nenhum detalhe, além disso o filme sempre faz referências aos seus antecessores, em cenas em que se faz referência a morte do cachorro e o fato de John está de volta a ativa.

Mas é isso que o torna especial? Em minha opinião não.

O diretor Chad Stahelski conseguiu dar ritmo ao filme cobrindo os buracos que faltou nos filmes anteriores, como por exemplo quem é John Wick de onde ele veio, como ele entrou nesse mundo?

Esse filme joga um pouco de luz no passado sombrio do personagem que em uma fuga alucinante sendo caçado por assassinos de vários países em busca da recompensa por sua cabeça. John em uma tentativa de continuar vivendo busca na sua origem uma maneira de tentar encontrar uma forma de resolver o seu pequeno problema. Cobrando dívidas antigas de favores que ele prestou no seu passado.

Corre John o tempo esta acabando …

Com uma trilha sonora diversificada que em cada cena e em cada momento do filme te faz sentir emoções diferentes como adrenalina ou simplesmente contemplar o momento e a cenografia.

A fotografia do filme é maravilhosa, te faz querer assistir o filme mais de uma vez só para poder observar os detalhes das cenas, como o museu de armas no início do filme, as cenas da biblioteca do teatro. O filme conseguiu entregar um sequência de cenas em minha opinião perfeita um equilíbrio de demonstrações de artes marciais de vários estilos com cenas de perseguição e tiro.

Sobre todas as cenas em especial fica em destaque as cenas do Hotel Continental, em que John Wick se encontra em um dilema, viver a vida como um assassino da Alta Cúpula ou viver sua liberdade sem dever nada para ninguém e encarar as consequências de seus atos.

Não preciso nem comentar a atuação do ator John Wick, desculpe quis dizer Keanu Reeves. Que faz você acreditar que ele é John Wick. Sem comentarios sobre isso.

John-Wick-Hote-Continental
John Wick – Zero no Hotel Continental

Claro que não posso deixar de fazer referência a um ator de filmes de ação e artes marciais da década de 80 e 90.

Quando achava que não assistiria mais filmes do Mark Dacascos.

Ator Mark Dacascos protagonista de filmes como Esporte Sangrento, O Pacto dos Lobos, Double Dragon o Filme e etc. Fez seu papel como Zero um assassino cômico, a serviço da Alta Cúpula dos assassinos para poder capturar Jonh Wick 3.

Em destaque a luta final entre os 2, como várias cenas que lembram o jogo de Mega Driver de Street of Rage 2, quando estamos chegando ao chefão final e aparece o Shiva pra sacanear.

Cenas do filme Jonh Wick 3: Parabellum
Cenas do filme Jonh Wick 3: Parabellum

Por último e não menos importante

Jonh Wick 3 conseguiu mais do que ser original em minha opinião, conseguiu reviver um estilo de filme que já estava batido. O filme consegue entregar cenas maravilhosas de ação um humor ácido e uma história que a cada final de filme você fica louco para saber como vai continuar.

Essa habilidade de prender o telespectador na frente das telas hoje em dia é o que torna esse filme especial, tem ficado cada vez mais difícil manter as pessoas entretidas, ainda mais com a concorrência de telas que temos à nossa disposição, como celulares, tablets, computadores e etc. Mas John Wick conseguiu isso principalmente em seu terceiro filme. Eu como telespectador me senti honrado de poder assistir esse filme e ter ficado entretido durante 2 horas e 11 minutos. Para mim isso é o que o torna especial.

Pokémon: Detetive Pikachu – [Crítica]

Aladdin [Crítica]

0 0 voto
Gostou do Post?
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários