Pokémon: Detetive Pikachu – [Crítica]

0
Pokemon - Detetive Pikachu

Sem dúvidas você não precisa ser um expert em pokémon para assistir Detetive Pikachu, mas certamente a experiência será muito melhor.

Pokémon é um fenômeno que teve sucesso em todos os outros meios em que foi introduzido. Tem sido cartões comerciais populares, videogames, uma série animada incrivelmente longa, que gerou vários filmes de animação. Agora, os filmes de franquia no mundo do cinema live-action na primeira grande produção de Hollywood, o detetive Pikachu.

Do anime para as telonas.

Apresentar o mundo de Pokémon é muito complexo se você ainda não estiver familiarizado com ele. Toda a vida selvagem no mundo é composta de uma grande variedade de criaturas diferentes, todas chamadas pokémon. Eles vêm em diferentes tamanhos e tipos. Alguns têm semelhanças com animais com os quais estaríamos familiarizados. Outros parecem mais humanoides, outros ainda parecem monstros bizarros. Alguns são mantidos como animais de estimação pelos humanos, outros são treinados para lutar uns contra os outros por treinadores de Pokémon.

pokémon – detetive picachu

Tim Goodman (Justice Smith) é um avaliador de seguros neste mundo quando ele descobre que seu pai afastado, um policial em Ryme City, um lugar onde humanos e pokémons vivem juntos morreu. Tim vai até à cidade de Ryme para fechar os negócios de seu pai, mas no apartamento de seu pai ele conhece Pikachu, uma pequena bola amarela de pokémon dublada por Ryan Reynolds. Em um choque para ambos, o humano e o Pokémon podem se entender  completamente. Pikachu perdeu a memória, mas ele tem um boné de caçador com o endereço do pai de Tim. Pikachu quer investigar as circunstâncias do desaparecimento do pai de Tim a fim de obter sua própria memória de volta, e ele convence Tim a ir junto com ele.

pokémon – detetive pikachu

De cara a primeira coisa que você notará sobre o detetive Pikachu é que o filme tem um visual sensacional. Ryme City parece um lugar real, a cidade ficou tão fascinante que você acaba de perdendo ao tentar pegar algum easter egg de algum Pokémon ou termo da animação. E cada criatura que aparece você vibra e fica surpreso com o quão lindo e bizarro pode ser.

Se você não está familiarizado com pokémon, não se preocupe. O filme faz questão de colocar você em cada nova criatura à medida que é introduzida, mas isso faz parte do problema. O detetive Pikachu faz o possível para que os detalhes importantes de cada criatura entrem em diálogo, mas parece forçado a cada vez. Aqui está o nome dele, aqui está o que é. Tem alguma habilidade especial ou habilidade que precisamos conhecer? Isso será explicado por um personagem antes ou logo depois, você verá que ele faz essa habilidade ou habilidade.

Com um nome como o detetive Pikachu, você pode esperar que o filme seja algum tipo de mistério real, mas não vá pensando assim. Não há pistas para montar a fim de descobrir a solução. O enredo é muito disperso para isso. A maioria das respostas acaba sendo explicada como “Porque é um pokémon”, mas é improvável que até mesmo os fãs mais ardentes sejam capazes de juntar muitas das peças. Quando o vilão é revelado, é mais que um pouco previsível. O enredo do vilão é menor, embora apenas porque surge do nada e não faz muito sentido.

As vezes é preciso fazer o certo para não se perder.

Justice Smith tem uma atuação mediana como o interpretando o homem direto para Reynolds. Lucy, de (Kathryn Newton), uma aspirante a repórter que se junta ao personagem de Justice, acha que ela deveria ser um aceno carinhoso às premissas do filme, o que seria bom se o personagem recebesse atenção ou desenvolvimento significativo. Lucy é a que realmente obtém a maior parte da informação que mantém o enredo em movimento, mas ao invés dê a audiência ver nada disso, ela faz tudo fora da tela.

pokémon – detetive pikachu

Em última análise, enquanto a exposição é prejudicial e as motivações estão longe de ser claras, há um encanto no Detetive Pikachu que é inegável. Mas isso se dá ao fato de ver as criaturas ganhando vida na telona, será sim uma explosão para os fãs, e embora algumas das referências à franquia possam ser perdidas para quem não é fã, o carisma de Ryan Reynolds junto com a visão de uma criatura pokémon carinhosamente trabalhada, provavelmente levará você a curtir o filme.

Contudo, o filme parece que foi projetado para um dia termos uma continuação. Parece que poderemos ver Ryme City novamente nas telonas.

Pokémon: Detetive Pikachu - [Crítica]

Sem dúvidas você não precisa ser um expert em pokémon para assistir Detetive Pikachu, mas certamente a experiência será muito melhor.

Editor's Rating:
3

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze + 8 =