Bleach: Não Pode Temer o Seu Próprio Mundo Volume 1 Review

0
Bleach: Não Pode Temer o Seu Próprio Mundo Volume 1 Review
- Advertisement -

Não pode temer seu próprio mundo é escrito por Ryohgo “Baccano! / Durarara !!Narita e na verdade é sua segunda série de romances no Alvejante mundo; o primeiro é Os espíritos estão para sempre com você, que veio em duas partes, mas nunca foi lançado oficialmente em inglês. Um grande fã confesso de Alvejante, Narita aproveitou a oportunidade para escrever essa trilogia de romances com base em seu amor pelo personagem Shuhei Hisagi, e em um desejo geral de preencher muitos espaços em branco que foram deixados em aberto no final da série do mangá. Com a benção do autor original Tite Kubo, Ryohgo começou a trabalhar e esses romances começaram a aparecer no Japão em 2017, com a final dos três volumes aparecendo em dezembro de 2018. Então, dois anos depois, as versões em inglês aparecem, mas elas valem o seu tempo? Isso vai depender inteiramente de você ser um fã incondicional da série original ou não …

Como uma das principais razões para a existência desses romances é preencher lacunas, existe um sentimento definitivo de que ele foi escrito apenas para os fãs da série. Acontecendo meio ano após a derrota de Yhwach e seu Quincy Wandenreich e o assassinato (se era algo que poderia ser assassinado) do Rei da Alma, os primeiros capítulos deste romance de abertura se concentram na Soul Society que tenta juntar as peças , conte os mortos e repare os inúmeros edifícios que foram destruídos. O novo capitão comandante Shunsui Kyoraku cuida da instalação de um novo Rei da Alma pela Guarda Real antes de também encarar o re-encarceramento do antigo antagonista principal Aizen na prisão mais dura do país, sua ajuda na derrota de Yhwach não o desculpou por tentar faça algo muito parecido alguns anos antes. É aqui que encontramos Shuhei pela primeira vez, pois ele é insultado por Aizen por seu relacionamento com Tosen, que é uma notícia antiga a essa altura, mas que entrará em cena mais tarde no romance.

Em seguida, obtemos uma introdução ao principal antagonista: Tokinada Tsunayashiro, alguém que tem vínculos com as Quatro Casas Nobre que foram casualmente mencionados ao longo da série, mas nunca totalmente explorados, e alguém que está matando um número razoável deles para subir para o topo. No momento, não parece haver nada mais para ele, não há mais camadas em sua personalidade do que alguém que gosta do ato de matar em um grau desagradável e que está usando o caos para atender às suas necessidades. Ele tem uma conexão interessante com o passado da série, mostrado no início do romance via flashback, mas deixarei isso de fora por causa de spoilers. Ele é destacado por uma criança assustadora chamada Hikone, que parece não perceber o fato de que matar não é um jogo divertido, graças ao seu relacionamento com Tokinada. A dupla cria um par decente de vilões, mas, no momento, parece que eles estão fora de um curto arco de preenchimento ou filme, onde não há tempo suficiente para lhes dar muito caráter, então eles se tornam “maus para o por causa disso ”, mas estou disposto a assumir que ele terá mais histórias de fundo à medida que os romances continuarem.

Há realmente apenas duas coisas para reclamar aqui, mas elas são bastante grandes. A primeira é em relação ao que acabei de escrever: toda história tem começo, meio e fim, e isso é muito apenas o começo. É um romance leve que começa a colocar as coisas em movimento sem realmente entrar em movimento, o que seria bom se fosse o primeiro terço de um único romance, mas definitivamente parece estranho quando lido sozinho. Se você quiser ler Não pode temer seu próprio mundo provavelmente será melhor esperar até que todos os três volumes sejam lançados e lê-lo como se fosse um livro.

A segunda coisa é apenas um problema para as vendas em potencial, porque isso é completamente inacessível para pessoas que não estão intimamente familiarizadas com Alvejantemangá do mangá. A série tem um elenco massivo e o livro está mais interessado em diálogo do que em prosa descritiva; portanto, se você não tem certeza de quem é um determinado personagem ou como ele é quando você lê o nome deles, muito ruim. Cada capítulo tem uma ilustração feita por Tite Kubo, o que é legal, mas não ajuda muito se você não estiver familiarizado com o elenco. Um bom exemplo é que, quando a história principal começa, Shuhei Hisagi está entrevistando pessoas para receber seu boletim informativo sobre a Guerra do Sangue com os marmelos e, por isso, visita e fala com Kukaku Shiba e sua família, que só fizeram breves aparições após seu papel no filme. segundo arco da série, e os Fullbringers do arco infelizmente impopular que aconteceu pouco antes do final. Embora as sugestões de que finalmente obteremos mais informações sobre o último, cujo papel na história tenha sido presumivelmente descartado devido à sua falta de popularidade, sejam interessantes para esse fã de longa data, é uma caixa que muitos fãs casuais não querem até sei que há para ser marcado.

Como mencionado, a prosa depende muito de conversas, algumas partes dos capítulos são lidas como um roteiro mais do que um livro, mas quando chega a hora de definir o cenário, a escrita é perfeitamente útil, embora novamente algumas imagens mentais possam ser difíceis se você ainda não conhece a aparência geral de alguns famosos Alvejante localidades. A tradução de Jan Mitsuko Cash é boa, não que eu tenha o texto original na minha frente (nem seria capaz de lê-lo!), Mas tudo corre bem e as descrições e o diálogo dos personagens parecem corretos, o que obviamente é um crédito para o tradutor e Ryohgo. Espero que a Sra. Cash também tenha sido fã das obras originais, caso contrário, só posso imaginar o Alvejante dicionário que ela deve ter recebido durante o processo de tradução!

Alvejante: Não pode temer seu próprio mundo é uma leitura divertida para os fãs obstinados de Alvejante que estão interessados ​​em responder a essas últimas meia dúzia de perguntas não respondidas, mas é completamente inacessível para qualquer outra pessoa, incluindo os fãs do anime, dada a intensidade com que ele faz referência ao arco final ainda a ser animado. É um público muito nicho, mas se você se enquadra nessa categoria, é divertido se divertir, embora eu imagine que a maior parte da diversão seja nos próximos dois volumes …

Leia no site do editor aqui.

Fonte original

5 1 voto
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários