‘As Marvels’ confirmado como a maior fracasso de bilheteria de 2023: Deu um prejuizo de 237 milhões de dólares para a Disney

Para a surpresa de poucos, exceto dos fãs mais fervorosos e iludidos da franquia, cujo número tem diminuído, a mais recente entrada do Universo Cinematográfico Marvel, As Marvels (“The Marvels”), foi revelada como não apenas o filme de pior desempenho de 2023, mas também um buraco financeiro de mais de 200 milhões de dólares para a já fragilizada situação financeira da Disney.

A confirmação do fracasso do filme veio por meio de Anthony D’Alessandro, da Deadline, como parte do torneio “Most Valuable Blockbuster”, um recurso anual no qual o veículo compara os resultados financeiros dos lançamentos cinematográficos do ano anterior, conforme informações passadas por “fontes experientes e confiáveis”, para determinar qual filme teve o melhor desempenho entre o público.

Infelizmente para a Disney, confirmando o quanto sua qualidade decaiu, dos 15 filmes lançados pela Casa do Mickey e suas subsidiárias – incluindo “Ant-Man and the Wasp: Quantumania”, “Chevalier”, “Guardiões da Galáxia Vol. 3”, “A Pequena Sereia”, “The Boogeyman”, “Elemental”, “Indiana Jones e o Destino da Destino”, “Theater Camp”, “Mansão Assombrada”, “Um Espírito em Veneza”, “The Creator”, “The Marvels”, “Next Goal Wins”, “Wish”, “Poor Things” (embora também tenham lançado o filme independente “All of Us Strangers”, ele teve apenas exibição limitada em quatro cinemas, e, portanto, não está sendo formalmente contado nesta análise) – apenas um conseguiu se posicionar entre os dez mais rentáveis do torneio, com a terceira e última aventura da visão de James Gunn sobre a trupe de heróis/bandidos espaciais da Marvel, ficando em nono lugar como o filme mais rentável do ano.

Enquanto isso, quatro dos lançamentos mencionados ficaram entre os cinco piores do torneio, com “Mansão Assombrada”, “Wish”, “Indiana Jones e o Destino da Destino”, “The Flash” da Warner Bros. Discovery e “The Marvels” sendo reconhecidos como os ‘Filmes de Pior Desempenho do Ano’.

Capitão Marvel (Brie Larson) assiste horrorizado enquanto os Kree invadem Tarnax em The Marvels (2023), Marvel Entertainment

Capitão Marvel (Brie Larson) assiste horrorizado enquanto os Kree invadem Tarnax em The Marvels (2023), Marvel Entertainment

A esse respeito, enquanto relatórios anteriores de bilheteria confirmaram que “The Marvels” foi um desastre absoluto para o estúdio – com a menor performance de toda a franquia nos cinemas – não foi até a Deadline conversar com as fontes mencionadas que a verdadeira extensão do fracasso do filme foi de fato conhecida.

Segundo a Deadline, “The Marvels” arrecadou um total de 218 milhões de dólares em receita, dos quais cerca de 88 milhões vieram de suas vendas de ingressos nos cinemas (um total alcançado após a subtração das taxas dos cinemas de seu bruto mundial de 206,1 milhões), 40 milhões de suas vendas de vídeo doméstico e 90 milhões de suas diversas liberações em plataformas de streaming.

No entanto, considerando seus gastos, que totalizaram 455 milhões de dólares — 270 milhões em custos de produção reportados, 110 milhões em despesas com impressão e publicidade, 21 milhões com royalties e outras despesas de distribuição, e 54 milhões com juros e despesas gerais — o filme acabou custando à produtora um total líquido de 237 milhões de dólares.

Quanto aos outros filmes da Disney que figuram entre os cinco piores no levantamento da Deadline, “Mansão Assombrada” teria dado um prejuízo de 117 milhões de dólares à companhia, “Wish” despediu-se de 131 milhões de dólares, e “Indiana Jones e o Destino da Destino” consumiu impressionantes 143 milhões de dólares.

É suficiente dizer que, a menos que uma reformulação criativa significativa seja realizada em todos os estúdios da Disney, é improvável que a Casa do Mickey saia desse buraco financeiro significativo tão cedo.

Infelizmente, diante dos recentes rumores de que o próximo reboot de X-Men da Marvel focará nas integrantes femininas da equipe e que a nova versão de Quarteto Fantástico fará uma troca de gênero do Surfista Prateado, parece que a Disney continuará enfrentando dificuldades financeiras no futuro previsível.

O próximo lançamento da Disney, “Deadpool & Wolverine”, está programado para chegar aos cinemas em 26 de julho, prometendo uma entrada espetacular.

Fonte: boundingintocomics

 

Deixe seu comentário