The Sandbox traz o mundo dos Smurfs para sua plataforma online

0
The Sandbox traz o mundo dos Smurfs para sua plataforma online
The Sandbox traz o mundo dos Smurfs para sua plataforma online
- Advertisement -

Os oitentistas devem lembrar bem dos Smurfs, criaturinhas azuis que habitavam suas terras e eram liderados pelo Papai Smurf. Agora, eles chegam ao mundo virtual, através da chegada deles ao metaverso do Sandbox. O anúncio da parceria foi feito por Sebastien Borget, COO e cofundador da empresa.

Borget citou que também colecionava brinquedos e livros dos personagens e acredita que “a popularidade mundial dos Smurfs em várias gerações impulsionará ainda mais a adoção convencional de NFTs (tokens não fungíveis) e tecnologia blockchain por meio da poderosa combinação de marcas globais unidas com conteúdo atraente gerado pelo usuário do Sandbox”.

Com a ação, os criadores e designers do The Sandbox Games poderão criar seu próprio mundo onde os personagens famosos do desenho animado estarão presentes. Além disso, os cenários como as casas da vila onde Papai Smurf, Smurfette e outros personagens vivem também estarão disponíveis.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

A possibilidade de criar e monetizar suas experiências com outros criadores também será possível. Lembrando que esse é um dos principais atrativos da plataforma, que já fez várias parcerias importantes com empresas como Atari, Care Bears e Shaun the Sheep.

Para os Smurfs, cerca de 19.200 terras foram anunciadas, ou seja, 11,5% do mapa total. E elas poderão ser divididas com outros personagens lançados recentemente, como o Ursinhos Carinhosos. Com o lançamento, a The Sandbox irá distribuir ativos colecionáveis para os criadores de jogos como NFTs (tokens não fungíveis).

Criaturinhas azuis surgiram na década de 50

Os Smurfs foram criados por Pierre Culliford na década de 50. Após aparecer em alguns quadrinhos, começaram a ganhar sua própria série de desenhos em 1958. As histórias em quadrinhos chegaram à tv em 1981, com o lançamento de 9 temporadas do desenho animado adaptado por Hanna e Barbera. No Brasil, a série passou em canais abertos, sendo exibido em programas vespertinos da Rede Globo. Mais tarde, também foram lançados dois filmes no cinema. Ao todo, a marca faturou mais US $ 1,2 bilhão em todo o mundo.

O sucesso foi imediato, parte por causa da peculiaridade dos personagens e forma de vida. Os seres azuis viviam em sua vila, com histórias onde a fantasia e a aventura faziam parte do seu cotidiano. Como vilão, Gargamel tentava de todas as formas interferir na vida dos pequenos moradores que incluíam Gênio, Robusto e Desastrado. Além dos personagens principais, há mais de 100 espalhados em toda a vila.

Os Smurfs são licenciados pela IMPS (International Merchandising Promotions & Services) desde 1984. Desde então, todas as atividades referentes à marca como publicações, transmissões, parques temáticos, vídeo games e outros produtos devem ter a aprovação de Véronique Culliford, diretora da empresa e filha do criador Pierre Culliford.

Os jogos da Sandbox têm excelente chegada entre os criadores, inclusive os novatos

A plataforma traz inúmeras possibilidades. Imagem: Reprodução
A plataforma traz inúmeras possibilidades. Imagem: Reprodução

Já faz algum tempo que os jogos Sandbox vêm fazendo a cabeça de criadores, designers e jogadores. Mas o que seriam eles? Apenas imagine uma caixa de areia (tradução literal do termo) com vários espaços vazios onde você pode criar o que quiser: montanhas, casas, estradas, túneis, colocar luzes, personagens, montar rotinas e tudo o mais.

Esse é justamente o princípio da plataforma: deixar à disposição do criador um mundo aberto onde qualquer projeto pode ser realizado, e onde o limite é a sua criatividade. Com o comando sobre todas as ações, inclusive a destruição de tudo em segundos, a plataforma acabou se tornando um grande celeiro de artistas e criadores, mesmo aqueles que não tinham conhecimento avançado de programação.

Outro fator interessante é que os recursos feitos (construções, coleções e outros) podem ser trocados ou comercializados através de $ SANDs (a moeda oficial) com outras pessoas que acessam a plataforma.

Pra quem está começando, é interessante acessar o Story Mode, que é uma espécie de treinamento onde o jogador passa por várias fases e também onde vai aprendendo como fazer as construções e tendo dicas gerais. Com o tempo, é possível já saber vários truques que podem ser usados no Free Mode, que é onde se começa o jogo do zero. Lembrando que para incrementar ainda mais, o jogador pode ir comprando blocos, aumentando seu espaço e adquirindo criações feitas por outras pessoas também.

Os jogos da Sandbox atualmente são acessados por mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, chegando à marca de 40 milhões de downloads. Eles também possuem um canal no youtube onde criadores fazem transmissões de suas criações e jogos, dando dicas e tutoriais que ajudam os novatos.

A empresa que está por trás de tudo isso é a Animoca Brands, que já está há mais de 10 anos no mercado e inclui em seu portfólio produtos que incluem o universo Marvel, Snoopy, Power Rangers, Doraemon e além do Sandbox, jogos como Crazy Kings.

5 1 voto
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários