[Crítica] Zumbilândia – Atire Duas Vezes

0
[Crítica] Zumbilândia - Atire Duas Vezes
[Crítica] Zumbilândia - Atire Duas Vezes
- Advertisement -

O primeiro filme Zumbilândia foi um filme que pegou carona no tema de Zumbis, veio junto com as temáticas modernas de um apocalipse Zumbi, mas se diferenciou pelo seu fator comédia que intregava.

Zumbilândia é um filme de comédia e terror, dirigido por Ruben Fleischer, produzido por Gavin Polone e roteirizado por Rhett Reese e Paul Wernick.

Mas então Zumbilândia: Atire Duas Vezes

Zumbilândia: Atire Duas Vezes ou só Zumbilândia 2 para poder encurtar no nome.

O filme começa contextualizando o telespectador sobre a evolução dos Zumbis, afinal já se passaram DEZ longos anos desde do primeiro filme. 

Que bom que os Zumbis tiveram algumas evoluções, não é mesmo?

Bom os Zumbis evoluíram, mas e o filme? .. bem, como posso dizer isso sem magoar os sentimentos dos nossos leitores snowflake, sabe esses leitores mais sensíveis não quero magoá-los chamados eles de bebês chorões, por isso vou chamá-los de snowflake ❄️

Mas é o filme? Evoluiu?

Vou deixar vocês no suspense agora.

…. Voltando ao filme. Começa com essa breve introdução sobre a evolução dos novos tipos de Zumbis e pasmem achei isso bem legal, afinal está meio batido hordas e hordas de Zumbis e nesses últimos anos tivemos uma enxurrada de filmes, séries, animes, quadrinhos, livros e jogos sobre Zumbis. Então a ideia de ter tipos de Zumbis diferentes permite uma melhor exploração deste ambiente pós apocalíptico.

Nesse filme também, somos introduzidos  a uma nova personagem a loira Barbie Madison (Zoey Deutch), sua aparição no filme causa alguns momentos de humor no filme, quebrando o clima da equipe que parece estar um pouco perfeito demais e adicionando novas cenas de humor.

Spoiler: Destaque da cena em que eles estão no carro e ela começa a se transformar em Zumbi, achei engraçado.

0 0 votos
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários