CD Projekt revela novidades de The Witcher 4 e Cyberpunk 2

A desenvolvedora CD Projekt RED divulgou algumas novidades sobre os seus próximos dois projetos. Os jogos são as sequências de The Witcher e Cyberpunk 2077.Quem revelou as atualizações foi o CEO da desenvolvedora, Adam Badowski, em entrevista à agência de notícias Reuters. Ambos os projetos ainda estão em fases bem iniciais de produção e nem sequer foram anunciados oficialmente pela produtora.

Por enquanto chamado de forma não oficial de The Witcher 4, o jogo é o próximo projeto de grande porte do estúdio. A ideia, segundo Badowski, é que cerca de 400 pessoas estejam trabalhando no título até a metade de 2024.

Em novembro de 2023, de acordo com outra entrevista de um executivo da empresa, essa equipe já era composta por quase 330 pessoas.

Ciri em The Witcher 3: Wild Hunt.

Chamado internamente de Polaris, o novo The Witcher será o início de uma nova trilogia da franquia, que é baseada nas obras literárias de Andrzej Sapkowski. A franquia também já foi adaptada em forma de seriado pela Netflix e está renovada até a quinta temporada.

The Witcher 3: Wild Hunt, o último jogo numerado e principal da série, saiu em 2015 e ganhou duas grandes expansões: Hearts of Stone e Blood and Wine. Além disso, ele gerou um spin-off: o jogo de cartas Gwent: The Witcher Card Game.

Segundo a Reuters, a estimativa é de que o próximo The Witcher seja lançado entre 2026 e 2027. Entretanto, essa não é uma informação oficial, já que a CD Projekt RED ainda não fala sobre o título.

Novo Cyberpunk 2077

O segundo projeto da CD Projekt RED comentado por Badowski na entrevista é a continuação do mais recente jogo da franquia, Cyberpunk 2077.

O título tem o codinome de Orion e, até final de 2024, já terá uma equipe de 80 pessoas focada em seu desenvolvimento. Por enquanto, ele segue na fase de definição conceitual e só deve sair depois do próximo The Witcher.

Cena de Phantom Liberty, o elogiado DLC de Cyberpunk 2077.

Para a sequência, o CEO comentou que a empresa “estava considerando incluir elementos multiplayer”. No entanto, ele não detalhou o assunto e nem confirmou se os recurso serão mesmo adotados.

Além disso, Badowski confirmou que a empresa montou um time para avaliar recursos de inteligência artificial (IA) e definir como eles podem ajudar os funcionários humanos em alguns dos processos da produção.


Fonte

Deixe seu comentário