Bastard Novo anime policatimente incorreto lançado na Netiflix para 18+

0
Bastard Novo anime policatimente incorreto lançado na Netiflix para 18+
Bastard Novo anime policatimente incorreto lançado na Netiflix para 18+
- Advertisement -

Se você for das antigas igual eu, provavelmente pode ter esbarrado com esse título alguma vez, lembro que assisti esse anime uma fita em VHS e apenas alguns episódios. Mas foi o suficiente para poder ficar fã da obra.

Trailer de Bastard

Sinopse de Bastard

Numa época regida por feitiços, espadas, sangue e ossos quebrados, o lendário mago das trevas Dark Schneider é despertado para defender o reino de Meta Licana das terrí­veis ameaças que o cerca.

Eu falando e você lendo…

Essa obra foi criada pelo mangaka Kazushi Hagiwara. Mas confesso que nunca li o manga.

No Brasil foi lançado o mangá oficialmente pela editora JBC, mas acredito que não esteja sendo publicado, quem sabe com sucesso conseguimos uma nova reedição.

Bastard é um anime de Fantasia Sombria com comédia, onde o protagonista é nada mais do que um vilão. Seguindo a temática de um anti-herói.

A parte da comédia, acredito que ganhe bastante destaque principalmente nos dilemas morais em que ele supostamente “O dito Protagonista” teria que salvar as pessoas, e na verdade seu interesse é matá-las e conquistar o mundo, ou conquistar o que sobrou, né.

O que tem em Bastard que os mimizentos Wokes odiaram tanto?

Alguns sites de grande audiência ou do mainstream disseram que Bastard erotizou a nudez feminina (… será que ainda existe salvação para a sensualidade feminina? perguntas que não querem calar…) de maneira pejorativa, além de ser considerado extremamente sexista/machista/ o que + vier.

Se formos analisar nunca vi esse pessoal criticando o Big Brother, Anita, Pablo Vitar e outros por fazerem shows ou mostrarem de maneira super-herotizada a figura da mulher, ou mesmo a figura do homem. Tudo isso em shows públicos para qualquer idade, além de passarem esse conteúdo em horário nobre em rede aberta. Nem vou continuar porque acredito que a maioria já entendeu a ideia.

 Pela lógica eles deveriam amar esse anime, mas essa galera não segue a lógica.

Bastard na verdade sexualiza muito mais a figura masculina do que a feminina se for analisar o fato que ele sempre aparece pelado. Mas sim sensualiza, e qual é o problema.

Essa galera do mainstream que apoia programas de televisão com teor sexual no horário nobre, agora são os guardiões da moralidade? Ou agora são especialistas em animes 18+?

E novamente venho dizer que Bastard é um anime 18+, muito bom, recomendo assistir a obra original também. Mesmo com a qualidade sendo inferior o fanservice ficou melhor lá, se é que você me entende.

Mas claro para vocês que são 18 +. Fica o convite para conhecer a obra e tirar suas próprias conclusões e se não gostar. Pelo menos você não gostou por seus próprios motivos.

 

 

5 1 voto
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários