PlayStation Portal é hackeado e consegue rodar jogos de PSP como GTA

Longe dos portáteis já há algum tempo, a Sony decidiu que seria uma boa ideia engatar nesse mercado na geração do PS5. Bom, não demorou muito e o PS Portal, que chegou ao mercado internacional em agosto do ano passado (ainda sem previsão de estreia no Brasil), já foi hackeado para emular jogos de PSP.

Os responsáveis pelo feito foram dois engenheiros do Google, que conseguiram fazer com que o emulador PPSSPP rodasse nativamente no PlayStation Portal. A prova do sucesso, uma imagem do portátil rodando GTA 3 sem a necessidade de streaming via wi-fi, foi publicada no X (antigo Twitter). Confira abaixo:

Andy Nguyen, engenheiro do Google, conseguiu hackear o PS Portal para emular jogos do PSP.

“Depois de mais de um mês de trabalho duro, o PPSSPP está rodando nativamente no PlayStation Portal. Sim, nós hackeamos”, disse Andy Nguyen em publicação na rede social de Elon Musk. Ele também dá créditos a Calle Svensson, outro engenheiro do Google que o ajudou no desbloqueio.

O engenheiro também confirma que o trabalho foi “todo baseado em software”, portanto não precisou realizar nenhuma modificação de hardware — como chips adicionais ou algum tipo de soldagem, por exemplo.

Até o momento, apenas a foto de GTA 3 rodando no portátil foi mostrada, mas Nguyen planeja publicar alguns vídeos ao longo da semana. Também seria interessante se ele explicasse sobre o processo, assim como dar mais detalhes sobre o desempenho dos jogos emulados na plataforma.

Como funciona o PlayStation Portal?

Vale lembrar que o chip do PS Portal não foi projetado especificamente para rodar jogos diretamente no console, mas sim para fazer isso de forma remota através do streaming.

No que diz respeito aos termos técnicos, o portátil possui uma tela LCD de oito polegadas e reproduz os jogos com resolução de 1.080 p e taxa de quadros a 60 FPS. Ele também ostenta as mesmas funções do DualSense, como o feedback tátil e os gatilhos adaptáveis — deixando a pegada do aparelho bastante confortável.

Dentre todos os portáteis lançados pela Sony até o momento (PSP e PS Vita), o PlayStation Portal é o dispositivo menos autônomo entre eles. Isso porque ele necessita de um PS5 com acesso à internet e velocidade de, pelo menos, 15 Mbps para funcionar através do streaming — mas só reproduz os jogos que estiverem instalados no SSD do seu console. Portanto, sem conexão, sem jogatina.

PS Portal é o portátil menos autônomo lançado pela Sony.

Não existem jogos específicos para o PlayStation Portal. Neste caso, só é possível jogar títulos que você tiver instalado no seu PlayStation 5 mesmo. Felizmente, até os games de PS4 (e alguns clássicos do PS Plus Deluxe) entram nessa, considerando a retrocompatibilidade do aparelho de nova geração.


Fonte 

Deixe seu comentário