Jogo de Twisted Metal é cancelado após demissões na PlayStation

A PlayStation anunciou em nota, nesta terça-feira (27), uma nova rodada de demissões em massa que afetam diretamente os seus estúdios de desenvolvimento. De acordo com a empresa, pelo menos 900 funcionários no mundo todo serão desligados da companhia, representando cerca de 8% da sua força de trabalho.

Com isso, não apenas foi anunciado o fechamento do estúdio PlayStation London, que trabalhou em títulos para PlayStation VR, mas também o cancelamento de vários projetos não anunciados. Entre eles estaria um jogo multiplayer de fantasia que se passaria em uma Londres futurista, produzido pela própria PlayStation London; e um novo jogo como serviço de Twisted Metal, uma das franquias clássicas da marca.

Já havia boatos de um reboot de Twisted Metal feito pela Lucid Games, de Destruction All-Stars, ainda em 2022. Segundo o insider Jeff Grubb, na ocasião, os planos da Sony seriam coincidir o lançamento com a série live-action da HBO, que estreou no serviço de streaming Max em outubro do ano passado no Brasil.

Série

No entanto, a má recepção ao jogo de veículos de 2021 teria sido o motivo pelo qual a produção foi transferida para o Firesprite, estúdio situado em Londres, responsável por Horizon Call of the Mountain, e que também está no centro das demissões desta manhã. Esse seria um dos projetos cancelados por consequência, segundo reporta o jornalista Jason Schreier ao Bloomberg.

Em nota, Hermen Hulst, chefe do PlayStation Studios, também reconheceu os cancelamentos de múltiplos projetos nos estúdios da marca, embora não os tenha mencionado nominalmente. “Às vezes, ótimas ideias não se tornam ótimos jogos”, diz o executivo. “Às vezes, um projeto é iniciado com as melhores intenções antes que mudanças no mercado ou na indústria resultem em uma mudança de plano.”

Demissões na indústria de games

Os desligamentos nos estúdios da PlayStation são apenas mais um capítulo de uma triste e alarmante crescente na indústria de jogos. Estima-se que, apenas em janeiro deste ano, o número de cortes de funcionários represente mais da metade do total de demissões que aconteceram no mercado ao longo de 2023, segundo um levantamento do Game Industry Layoffs.

Na prática, isso significa aproximadamente 5.670 demissões em janeiro de 2024 contra cerca de 10.500 demissões em todo o ano de 2023. A apuração já leva em conta a recente demissão de 1.900 funcionários da Microsoft, afetando Activison Blizzard e Xbox.


Fonte 

Deixe seu comentário