Histórico: Studio Ghibli ganha a Palma de Ouro honorária em Cannes

O 77º Festival de Cannes foi histórico por muitos motivos. Entre eles o fato de celebrar o Studio Ghibli, lendário estúdio de animação japonês. O diretor de cinema e Diretor de Desenvolvimento Criativo do Parque Ghibli, Gorō Miyazaki, filho de Hayao Miyazaki, subiu ao palco do Grand Théâtre Lumière para receber a Palma de Ouro Honorária, em nome de todo o Studio Ghibli, incluindo o Museu Ghibli, Mitaka e o Parque Ghibli, da Presidente do Festival, Iris Knobloch, e do Delegado Geral Thierry Frémaux.

Essa é a primeira vez que um grupo – e não um único cineasta – receberá a honraria. “O Festival de Cannes está honrando uma lenda do cinema ao entregar a Palma de Ouro honorária pela primeira vez para um grupo: o Studio Ghibli”, disse a organização.

Durante a cerimônia foram exibidos quatro curtas-metragens escritos e dirigidos por Hayao Miyazaki, cofundador do Estúdio com Toshio Suzuki e Isao Takahata. Um acontecimento sem precedentes, três dos quatro curtas-metragens vindos diretamente do Museu Ghibli em Mitaka nunca foram exibidos fora do Japão.

O estúdio é responsável por filmes como “O Menino e a Garça“, que ganhou o Oscar de Melhor Animação deste ano, além de títulos como “A Viagem de Chihiro“, “Meu Amigo Totoro” e o “Castelo Animado“.


Fonte 

Deixe seu comentário