21 filmes do estúdio Ghibli chegarão ao Netflix em 2020, e listamos aqui 8 filmes que todo mundo deveria assistir

0
Studio Ghibli
Studio Ghibli

A Netflix anunciou que os 21 filmes do estúdio Ghibli começarão a ser disponibilizados em seu catálogo nesse ano de 2020. Eles serão disponibilizados divididamente durante os meses de fevereiro, março e abril confira:

1º de fevereiro:

  • O Castelo no Céu (1986); 
  • Meu Amigo Totoro (1988);
  • O Serviço de Entregas da Kiki (1989);
  • Memórias de Ontem (1991);
  • Porco Rosso: O Último Herói Romântico (1992); 
  • Eu Posso Ouvir o Oceano (1993);
  • Contos de Terramar (2006).

1º de março:

  • Nausicaä do Vale do Vento (1984);
  • Princesa Mononoke (1997);
  • Meus Vizinhos Os Yamadas (1999);
  • A Viagem de Chihiro (2001);
  • O Reino dos Gatos (2002);
  • O Mundo dos Pequeninos (2010);
  • O Conto da Princesa Kaguya (2013).

1º de abril:

  • Pom Poko: A Grande Batalha dos Guaxinins (1994); 
  • Sussurros do Coração (1995); 
  • O Castelo Animado (2004);
  • Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar (2008);
  • Da Colina Kokuriko (2011);
  • Vidas ao Vento (2013);
  • As Memórias de Marnie (2014).

Para quem não conhece O Studio Ghibli ou (Disney do oriente) é um estúdio de animação japonesa sedeado em Koganei, Tóquio, foi fundado em 1985 por Hayao MiyazakiIsao Takahata, Toshio Suzuki e Yasuyoshi Tokuma. Os filmes de animação produzidos pelo estúdio receberam aclamação mundial da crítica e do público.

As histórias dos seus filmes sempre retratam relações sociais, e suas protagonistas geralmente são meninas ou garotas fortes e independentes que durante suas trajetórias vão adquirindo lições, quedas e ascensões.

Aproveitando esse presente de ano novo do Netflix, iremos listar aqui 8 filmes do estúdio que todo mundo deveria assistir:

1 – Meu amigo Totoro (1988)

Meu amigo Totoro (1988)
Meu amigo Totoro (1988)

Lançado em 1988, o filme foi a terceira produção da produtora. Totoro, uma adorável criatura mística e alegre que só pode ser vista por crianças, ele se tornou o mascote do Ghibli. No filme, as irmãs Satsuki e Mei se mudam para o campo a fim de ficar mais perto do hospital onde sua mãe está internada. Com a mudança, as meninas conhecem essa incrível espécie mágica, com quem vão viver muitas aventuras.

2 – O Túmulo dos vagalumes

O Túmulo dos vagalumes (1998)
O Túmulo dos vagalumes (1998)

De 1988, dirigido por Isao Takahata, e considerado um dos maiores filmes de guerra de todos os tempos, O Túmulo dos Vagalumes é um dos filmes mais emblemáticos e icônicos do estúdio de animação Ghibli. A história segue um menino e sua irmã que cuidam um do outro depois que sua mãe morre, durante a Segunda Guerra Mundial. É um filme extremamente emocionante, uma obra prima.

3 – Princesa Mononoke (1997)

Princesa Mononoke (1997)
Princesa Mononoke (1997)

A história parte da invasão da aldeia de Ashitaka por um estranho demônio, que é enfrentado por um corajoso príncipe. Ele luta com o mostro e consegue matá-lo, mas antes fica com o braço ferido e é contaminado por uma maldição que o levará a morte a menos que encontre a cura. Sendo a sua última esperança, segue para o leste e, durante o caminho, encontra animais da floresta lutando contra a sua exploração, liderados pela princesa Mononoke.

Vale lembrar que esse incrível fabula de Hayao Miyazaki foi o filme de maior bilheteria de todos os tempos após sua estréia no Japão. Além de ter sido o primeiro filme da Ghibli a receber atenção no mundo todos, tornando-se um dos lançamentos mais importantes do estúdio na época. Quando a distribuidora americana, Miramaxdecidiu editar o filme para o público americano, Studio Ghibli enviou-lhes uma katana com uma nota dizendo simplesmente: “sem cortes”.

4 – A viagem de Chihiro (2001)

A viagem de Chihiro (2001)
A viagem de Chihiro (2001)

Sei que nesse momento vocês devem estar me criticando por ter colocado somente aqui o filme A viagem de Chihiro. Claro que sabemos que o filme é uma das animações mais importantes já criadas até os dias de hoje, e foi responsável por levar o Studio Ghibli a patamares internacionais com um grande publico.

O longa é o maior sucesso do estúdio, dono de um Urso de Ouro ganhado no Festival de Berlim de 2002 e um Oscar de Melhor Animação em 2003, quando se tornou o primeiro filme de língua estrangeira a vencer a categoria.

O filme conta a história de Chihiro e seus pais estão se mudando para uma cidade diferente. A caminho da nova casa, o pai decide pegar um atalho. Eles se deparam com uma mesa repleta de comida, embora ninguém esteja por perto. Chihiro sente o perigo, mas seus pais começam a comer. Quando anoitece, eles se transformam em porcosAgora, apenas Chihiro pode salvá-los.

5 – O castelo animado (2004)

O Castelo Animado (2004)
O Castelo Animado (2004)

Já que falamos de Chihiro e Oscar, vamos falar da segunda indicação do estúdio. Pois é isso mesmo inspirado mais uma vez pela literatura infantil O castelo animado rendeu para o estúdio, sua segunda nomeação ao Oscar para Melhor Personagem Animada.

O filme conta a história de uma bruxa que lança uma terrível maldição sobre a jovem Sophie, transformando-a numa velha de 90 anos. Desesperada, ela embarca numa odisseia em busca do Castelo Andante, onde reside um misterioso feiticeiro que poderá ajudá-la a reverter o feitiço.

Além de um final ligeiramente complicado, O Castelo Animado é um dos filmes mais emocionantes e visualmente impressionante já produzido pelo Studio Ghibli, alternando habilmente entre emocionantes set e cheios de trocas humorísticas.

6 – Vidas ao vento (2013)

Vidas ao vento (2013)
Vidas ao vento (2013)

O ultimo trabalho do gênio Hayao Miyazaki como diretor, pois o mesmo afirmou isso após o lançamento do filme. Muitos não gostam do filme pelo fato de ser uma biografia, e que nem se compara com outros títulos lançados pelo diretor mencionados acima. Com isso, críticos do mundo inteiro passaram a analisar a obra como um testamento, um resumo da carreira do cineasta antes da aposentadoria.

Vidas ao Vento é uma biografia animada de Jiro Horikoshi, grande engenheiro aeronáutico japonês, responsável pelos mais avançados aviões lançados na Segunda Guerra Mundial. A narrativa acompanha o personagem de maneira clássica e linear: infância com sonhos de aviação, primeiros estudos para se tornar engenheiro, primeiras decepções na profissão, descoberta do talento excepcional.

7 – O Conto da Princesa Kaguya (2013)

O Conto da Princesa Kaguya (2013)
O Conto da Princesa Kaguya (2013)

O mais longo dos filmes do estúdio conta a história de Kaguya, uma bebê que foi encontrada dentro de um tronco de bambu brilhante. Com o passar dos anos, ela se transforma em uma bela jovem que passa a ser cobiçada por cinco nobres, dentre eles, o próprio imperador. O filme foi muito bem recebido em sua estreia, chegando à marca de 100% de aprovação no Rotten Tomatoes.

8 – Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar (2008)

Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar (2008)
Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar (2008)

E por ultimo, mas não menos importante Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar. Confesso que não faz muito tempo que vi esse filme, na verdade um belo dia me deparei com minha filha o vendo, e percebi grandeza da obra.

O garoto Sousuke, inspirado em Goro, filho de Miyazaki, encontra um peixinho dourado preso em uma garrafa e decide libertá-lo, sem saber que se trata da deusa do mar Ponyo. Filha de um poderoso mago, ela se comove com a atitude do menino e usa a magia do pai para se transformar em humana. Dessa forma, acredita poder fortalecer a amizade com Sousuke. Porém, a substância de sua poção mágica pode colocar em risco o vilarejo onde mora o menino.

Listamos apenas algumas obras do estúdio, mas que realmente emocionaram. Poderiamos citar também as obras  O Serviço de Entregas da Kiki (1989), Porco Rosso (1992), O Reino dos Gatos (2002), e O Mundo dos Pequeninos (2010) que também são obras primas.

0 0 voto
Gostou do Post?
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários