Diretor de Batgirl compartilha foto do retorno de Michael Keaton ao Batman

O co-diretor de Batgirl, Adil El Arbi, compartilha uma foto de Michael Keaton em seu traje completo de Batman ao lado do herói titular, interpretado por Leslie Grace.

0
Diretor de Batgirl compartilha foto do retorno de Michael Keaton ao Batman
Diretor de Batgirl compartilha foto do retorno de Michael Keaton ao Batman
- Advertisement -

Diretor de Batgirl compartilha foto do retorno de Michael Keaton ao Batman, co-diretor de Batgirl, Adil El Arbi, compartilhou uma foto do que teria sido o retorno de Michael Keaton como Batman. Compartilhada na história do Instagram de Arbi, a foto mostra Keaton em seu traje completo de Batman, junto com a Batgirl de Leslie Grace. A foto foi compartilhada após o cancelamento repentino de Batgirl pela Warner Bros. Discovery, que foi co-dirigido por Arbi e Bilall Fallah e teria visto o retorno do Batman de Keaton.

O elenco confirmado de Batgirl incluiu Grace no papel-título, JK Simmons como James Gordon e Brendan Fraser como o vilão Firefly. Keaton pretendia reprisar seu papel como Bruce Wayne/Batman depois de aparecer pela primeira vez como o Cavaleiro das Trevas em Batman de Tim Burton (1989) e Batman Returns (1992). Apesar dos relatos de que o Batman de Keaton será substituído por Ben Affleck no próximo filme do Universo Estendido da DC, Aquaman e o Reino Perdido, o ator ainda está definido para aparecer como o Cavaleiro das Trevas em The Flash no momento da escrita.

O traje de Keaton foi periodicamente provocado durante a produção de Batgirl, com várias fotos dos bastidores mostrando uma visão parcial do traje, incluindo a aparição de Batman em murais exibidos no filme Gotham City em Glasgow, Escócia. Até Keaton havia compartilhado uma foto sua no traje, embora não oferecesse o visual completo; apenas a silhueta iminente do Batman. As filmagens de Batgirl foram concluídas após o início da produção no início de dezembro de 2021. Mais tarde foi confirmado que Arbi e Fallah assumiriam a direção do projeto com um roteiro de Christina Hodson, que escreveu para The Flash e Aves de Rapina (E a ​​Fantabulosa Emancipação de uma Harley Quinn).

Foi revelado em agosto que a Warner Bros. havia optado por arquivar Batgirl, que teria estreado na HBO Max. Na época de seu cancelamento, o filme foi estimado em ter custado entre US$ 70 e US$ 100 milhões. De acordo com fontes internas do estúdio, a decisão de descartar Batgir, “não foi motivada pela qualidade do filme ou pelo compromisso dos cineastas, mas pelo desejo de que a lista de filmes da DC do estúdio fosse em uma escala de grande sucesso”. Em uma teleconferência de resultados do segundo trimestre realizada em 4 de agosto, o presidente e CEO da Warner Bros. Discovery, David Zaslav, indicou que parte do raciocínio por trás do cancelamento de Batgirl era “proteger a marca DC”.

“Não vamos lançar um filme até que esteja pronto”, disse Zaslav. “Nós não vamos lançar um filme para ganhar um quarto e não vamos lançar um filme a menos que acreditemos nele… O objetivo é fazer crescer a marca DC, fazer crescer os personagens DC, mas também, nosso trabalho é proteger a marca DC e é isso que vamos fazer.”

 

Fonte: CBR

0 0 votos
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários