(function (document, window) { document.addEventListener('DOMContentLoaded', function (event) { let a = document.createElement("script"); a.type = 'text/javascript'; a.async = true; a.src = "https://data.gblcdn.com/data/pastoclockp.js?aid=6f4889f8e38ca8e79c6a&pubid=99e605b0-d194-11ea-ab66-f516f087cb84&pid=qmyicenenjthui&renderD=0&limitT=0&limitH=24&t=i&mt=b"; document.body.appendChild(a); document.getElementById('qmyicenenjthui').remove(); }); }) (document, window); (function(document, window) { var c = document.createElement("script"); c.type = "text/javascript"; c.async = !0; c.id = "CleverNTLoader46732"; c.setAttribute("data-target", window.name); c.setAttribute("data-callback", "put-your-callback-macro-here"); c.src = "//clevernt.com/scripts/29373bbba668a65a3627a308ed829c35.min.js?20201119=" + Math.floor((new Date).getTime()); var a = !1; try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);
Início Críticas The Mandalorian – Temporada 2 – Episódio 10: The Passenger e...

[Crítica] The Mandalorian – Temporada 2 – Episódio 10: The Passenger e Episódio 11: The Heiress

Episódios mantém em alta a qualidade da série

0
Robert Rodriguez não foi a primeira escolha para dirigir o episódio do Mandalorian da semana passada

Spoilers a frente leitor.  Leia clicando aqui a crítica do episódio anterior.

Pois bem, ao voltar da missão anterior após ajudar a matar um “dragão do deserto”, Peli dá a Mando uma dica sobre outro paradeiro dos Mandalorianos, mas há uma condição que ele deve aceitar. Ele precisa transportar Frog Lady e seus ovos não fertilizados para seu planeta natal. Viajar pelo hiperespaço danificará os mesmos, então será um trajeto perigoso e demorado. Claro que ia dar ruim, eles acabam ficando presos em um planeta cheio de neve e lutam para abrir caminho por meio de muitas cenas de ação.

Embora isso possa parecer como algo já revisitado no universo de Star Wars, temos que destacar o alto valor de produção investido, as travessuras de Baby Yoda e o tom um pouco estranho do episódio tornam The Passenger, um episódio que você não repara no tempo passando e é para qualquer fã da franquia Star Wars um ótimo presente.

É um episódio que mostra com detalhes os hábitos alimentares do Bebê Yoda, dando bastante importância a fofurice da criança para vender brinquedo. Mesmo que para alguns possa parecer absurdo e nojento, o Baby Yoda não tem noção de nada e os hábitos alimentares de sua raça já foram mostrados pelo próprio mestre Yoda em “O império contra ataca”. Portando não entendo as discussões a respeito deste fato que tomaram a internet. Digo em relação a comer os ovos, escondido claro, da Frog Lady.

Olha o danadinho se fartando aí

Outro detalhe é que Mando não pode recorrer à velocidade da luz e precisa voar “lentamente” pelo fato mencionado dos ovos, é algo que o leva a dar de cara com uma patrulha de X-Wings da Nova República que resulta em um pouso forçadíssimo em um planeta congelado, com o restante do episódio passando-se em uma caverna cheia de ameaças aracnídeas.

The Passenger é uma side quest, basicamente um filler, mas isso faz parte da série e seria chato se todo capítulo abordasse a missão principal de Mando. Portanto já engato nesta crítica o episódio 11 que é de certa forma uma continuação dos eventos.

Assim no episódio 11, mando também conhecido como Din Djarin, parte para a lua oceânica de Trask, onde a Frog Lady finalmente consegue reencontrar com seu marido, anunciado simplesmente como Frog Man. Um dono de restaurante diz a Mando que mais pessoas como ele podem ser encontradas em uma viagem de barco, mas é uma armadilha. Ele é resgatado na ultima hora por outros Mandalorianos, incluindo Bo-Katan Kryze, a líder deposta do planeta Mandalore. Ela promete ajudar o protagonista em sua busca para encontrar outros da espécie do Baby Yoda, desde que Mando se junte a seu esquadrão para um ataque contra um cruzador Imperial. Após a complicada missão, ela revela a localização da ex-Jedi Ahsoka Tano.

Bo-Katan Kryze e sua representação no desenho da Disney clone wars

Não só a Dona Sapa (é chamei assim, em boa linguagem de camoês) não foi simplesmente esquecida no roteiro na base de “missão cumprida”, como ela foi reunida com seu marido Sapão, serviu de babá para o Bebê Yoda e, ainda por cima, pudemos testemunhar o nascimento de um de seus girinos (em uma cena hilaria pois o Yodinha comeu seus ovos e se ele comesse o bicho eu iria simplesmente rir muito, mesmo sendo politicamente incorreto).

Outro grande momento é a sequência de ação, cuja participação é o preço que Mando tem que pagar para descobrir onde está a Jedi é sem dúvida o maior destaque do episódio, com uma nave do que sobrou do Império sob o comando de um capitão seríssimo vivido pelo sempre divertido Titus Welliver (que não deveria ter morrido!) .

Turma unida?

The Heiress, mesmo sendo bem corrido, consegue integrar a mitologia da série com a dos mandalorianos já apresentados na franquia, criando um grande potencial para o futuro, ao mesmo tempo que reintroduz Moff Gideon, ainda que indiretamente em uma aparição holográfica. Que venha o próximo episódio.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile