Aqui está uma lista de tudo o que a Netflix perdeu desde os devastadores ganhos do primeiro trimestre

A Netflix perdeu mais do que assinantes em 2022. Perdeu prestígio, funcionários e $185 bilhões de dólares em valor, e seu orgulho próprio.

0
Aqui está uma lista de tudo o que a Netflix perdeu desde os devastadores ganhos do primeiro trimestre
Aqui está uma lista de tudo o que a Netflix perdeu desde os devastadores ganhos do primeiro trimestre
- Advertisement -

No mês passado, a Netflix realmente foi uma piada. “Todo ano eu digo ‘Foda-se a Netflix‘, e este ano isso se tornou realidade”, brincou Jimmy Kimmel via Zoom durante o início da Disney na terça-feira. No entanto, no último mês, a Netflix perdeu muito mais do que seu orgulho que é difícil acompanhar. Tentaremos.

Assinantes, Parte 1: – 200.000

A gigante do streaming perdeu 200.000 assinantes globais pagos no primeiro trimestre de 2022, sua primeira perda em uma década. Parte disso foi a interrupção do serviço na Rússia devido à invasão da Ucrânia…

Assinantes, Parte 2: – 2 milhões

Mas é principalmente porque a Netflix está percebendo um mercado de rápido amadurecimento nos EUA e no Canadá, onde a empresa perdeu 600.000 assinantes. O impacto repentino dessa realidade não tão repentina fez com que a Netflix esperasse perder outros 2 milhões de assinantes quando divulgar os resultados do segundo trimestre (abril a junho) em julho. Os analistas de mídia da MoffettNathanson prevêem 280 milhões de assinantes pagos globais até 2025; A Netflix encerrou o primeiro trimestre com quase 222 milhões de inscritos.

Preço das ações NFLX: -47 por cento

 Como resultado da perda repentina chocante e do prejuízo maior iminente, as ações da Netflix (NFLX) despencaram 35% da noite para o dia (e como resultado disso , a Netflix foi processada por um grupo de acionistas). 

A empresa que brevemente eclipsou US$ 700 dólares por ação no outono logo se viu sendo negociada por apenas US$ 162,71 dólares por ação. No momento da redação deste artigo, as ações da NFLX estavam sendo vendidas por pouco menos de US$ 184 dólares cada. Atualmente, a MoffettNathanson mantém uma classificação “neutra” para as ações da Netflix e um preço-alvo de US$ 245 doalres. Portanto, é uma pechincha para eles, mas não o suficiente para chamar a atenção de novos acionistas.

Valor de mercado: -US$ 68 bilhões de dólares

Olhando de outra maneira (deprimente), a Netflix valia mais de US$ 300 bilhões de dólares em meados de novembro – agora baixo para mais ou menos US$ 73,91 bilhões de dólares no início do mês passadp. Desde a tarde de 19 de abril (quando os resultados do primeiro trimestre foram divulgados) até a reabertura do mercado de ações em 20 de abril, a Netflix perdeu quase US$ 55 bilhões de dólares da noite para o dia. O valor de mercado da corporação de capital aberto recuperou acima de US$ 80 bilhões de dólares na semana passada.

Prestígio: Imensurável

Junto com todo esse dinheiro, a Netflix também perdeu o prestígio. O streamer não tem mais arrogância e o mercado não tem mais confiança. A Netflix era vista como imbatível – até que não fosse.

Empregados: -150

Há uma semana, a Netflix demitiu 150 funcionáriosmais demissões são esperadas.
“Como explicamos sobre os lucros, nossa desaceleração no crescimento da receita significa que também estamos tendo que desacelerar nosso crescimento de custos como empresa”, disse um porta-voz da Netflix ao IndieWire na época. “Infelizmente, estamos demitindo cerca de 150 funcionários hoje, a maioria dos EUA. Essas mudanças são impulsionadas principalmente pelas necessidades de negócios e não pelo desempenho individual, o que as torna especialmente difíceis, pois nenhum de nós quer dizer adeus a esses grandes colegas. Estamos trabalhando duro para apoiá-los nessa transição muito difícil.”

 

Projetos Cancelados: Animação

Na esteira de tudo isso, a Netflix descartou vários títulos animados, incluindo “Wings of Fire” de Ava DuVernay, “Pearl” de Meghan Markle, “Bone”, “Antiracist Baby”, “With Kind Regards From Kindergarten” e “Stamped”. : “Stamped: Racism, Antiracism and You.”

Claudia Jessie como Eloise Bridgerton no episódio 201 de “Bridgerton”
Claudia Jessie como Eloise Bridgerton no episódio 201 de “Bridgerton”

O que a Netflix está fazendo para corrigir tudo isso?

Então, o que a Netflix está fazendo para corrigir tudo isso? Bem, está tentando monetizar seu problema de compartilhamento de senha (Ou seja não deixando as pessoas compartilharem senhas). Ela também planeja adicionar anúncios pela primeira vez, que anteriormente era visto como um sacrilégio. O dar e receber é que, embora uma camada de video sob demanda gere menos receita de assinatura, ela trará um segundo fluxo de receita com anúncios.

Globalmente, essa troca funcionará a favor da Netflix: o ARPU (receita média por usuário) para assinantes atuais e futuros em países mais pobres se multiplicará imediatamente. Atualmente, a Netflix ganha centavos por dólar com assinantes em certas nações africanas e na Índia, onde os moradores estão muito mais dispostos a assistir a comerciais do que nós.

As restrições de senha (ainda em fase de teste em alguns mercados da América Central), mas a adição pendente de vídeo sob demanda da Netflix será suficientes para sustentar o futuro financeiro da empresa? Quando a MoffettNathanson ajustou sua avaliação da NFLX para baixo no início deste mês, os analistas observaram que o novo preço-alvo era “até que nos aprofundássemos nas implicações de todas as possíveis mudanças no modelo de negócios, incluindo compartilhamento de senha e adição de um nível de anúncio”.

Há outra maneira de obter lucros, embora não seja aquela que fará com que as ações retornem a US$ 700 dólares por ação: cortando custos. Infelizmente, demissões e desmantelamento de projetos planejados são as maneiras mais rápidas de cortar despesas.

Enquanto de repente contava alguns centavos, uma fonte da Netflix disse ao IndieWire que a empresa ainda planeja gastar US$ 17 bilhões de dólares em conteúdo geral em 2022. Isso é um pouco mais da metade do que a Disney planeja gastar em suas muitas e muitas plataformas. Eis,que a Netflix ainda é a número um em algo: MoffettNathanson estima que os gastos com conteúdo de streaming da Netflix ainda lideram o setor.

Resumo da Opera – Quem Lacra Não Lucra

Quem lacra não lucra, é evidente que as recentes quedas de valores da NETFLIX são resultado do conteúdo ruim que ela vem gerando durante anos, e esse ano a Netflix teve que dar o retorno do investimento para seus acionistas de forma negativa. Os sinais de quedas de assinantes e não somente isso já vinham acontecendo a anos, mesmo com a Netflix investindo em conteúdos originais e financiando séries ao redor do globo. Todo conteúdo que foi lançado nos últimos 4 anos pelo menos tem algum tipo de apelo identitário Woke (acordado), em resumo é um conteúdo panfletário identitário forçado, que finge dar apoio LGBTQ+, mas não é nada mais do que uma agenda política que visa a separação de classes. Basicamente todas as séries e animações da Netflix estavam contendo esse tipo de conteúdo de maneira forçada, o que levou aos assinantes o cancelamento.Agora depois do estrago a Netflix, está mandando embora os líderes principais desses movimentos dentro da empresa. Mas será que isso será o suficiente para conseguir a redenção dos seus ex assinantes? A questão é que medidas duras terão que ser tomadas. Acredito que só o tempo dirá se podemos ou não confiar novamente na Netflix.

Fonte: Indiewire 

0 0 votos
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários