Angelina Jolie acusa Brad Pitt de abuso infantil em processo de propriedade de vinícola

A estrela dos Eternos, Angelina Jolie, acusa o ex-marido Brad Pitt de abuso doméstico contra ela e seus filhos em um voo em 2016.

Angelina Jolie acusa Brad Pitt de abuso infantil em processo de propriedade de vinícola. Angelina Jolie acusou Brad Pitt de comportamento violento contra ela e seus filhos em meio à longa batalha legal sobre sua vinícola francesa. Conforme relatado pela Variety, a estrela dos Eternos entrou com uma ação contra Pitt depois que ele a acusou de violar “direitos contratuais” ao vender suas ações do Château Miraval sem o conhecimento de Pitt. De acordo com o processo apresentado em 4 de outubro, Pitt “agarrou Jolie pela cabeça e a sacudiu, depois agarrou seus ombros e a sacudiu novamente antes de empurrá-la contra a parede do banheiro”. Jolie alegou que a briga ocorreu em setembro de 2016 durante um voo em seu jato particular da França para Los Angeles.

O advogado de Jolie afirmou que a disputa começou quando Pitt a acusou de ser “muito respeitosa” com seus seis filhos, momento em que os dois começaram a brigar no banheiro do avião. De acordo com o contra-processo, Jolie saiu do banheiro depois que Pitt começou a socar o teto do avião. Quando as crianças defenderam Jolie verbalmente, Pitt supostamente “atacou seu próprio filho e Jolie o agarrou por trás para detê-lo.

Para tirar Jolie de suas costas, Pitt se jogou para trás nos assentos do avião, ferindo as costas e o cotovelo de Jolie. As crianças entraram correndo e todos tentaram bravamente proteger uns aos outros. Antes que tudo terminasse, Pitt sufocou uma das crianças e golpeou outra no rosto. Algumas das crianças imploraram a Pitt que parasse. Todas estavam assustadas muitas estavam chorando.

Jolie “arranjou transporte separado no aeroporto” após o incidente violento. A estrela dos Eternos acordou Pitt para informá-lo de que ela e seus filhos estavam indo para um hotel. No entanto, Pitt começou a gritar com ela e “empurrou-a para baixo mais uma vez”. O Departamento de Serviços Infantis e Familiares de Los Angeles e o FBI investigaram Pitt após uma denúncia anônima sobre seu comportamento anterior. Pitt admitiu ter abusado verbalmente das crianças e agredido fisicamente, mas negou quaisquer alegações de abuso. O FBI encerrou a investigação, sem apresentar acusações contra Pitt.

Relatada na mídia em agosto de 2022, Jolie entrou com uma ação anônima em 2016 alegando que seu então marido agrediu ela e seus filhos. Quando eles não encontraram acusações criminais contra Pitt, Jolie anonimamente entrou com uma ação na Lei de Liberdade de Informação para obter os documentos que cercam a investigação de Pitt. No recente processo, o advogado de Jolie alegou que o agente do FBI que investigou Pitt tinha “uma causa provável para acusar Pitt de um crime federal por sua conduta naquele dia”.

 

Fonte: CBR

Deixe seu comentário