Ação judicial da Nintendo força o desenvolvedor japonês a desembolsar $30 milhões de dolares

0
Ação judicial da Nintendo força o desenvolvedor japonês a desembolsar $30 milhões de dolares
Ação judicial da Nintendo força o desenvolvedor japonês a desembolsar $30 milhões de dolares
- Advertisement -

Em dezembro de 2017, a Nintendo processou o desenvolvedor japonês Colopl por violação de patentes no jogo gratuito para celular Shironeko Project. De acordo com um comunicado oficial, a Colopl concordou em pagar à Nintendo 3,3 bilhões de ienes (US $ 30 milhões de dolares).

Colopl é um grande desenvolvedor de dispositivos inteligentes, criando títulos como TsumTsum Land para a Disney.

Lançado internacionalmente como Colopl Rune Story, Shironeko Project é um RPG de ação com controles touchscreen. Em seu processo, a Nintendo alegou que o Shironeko Project violou cinco de suas patentes, incluindo um sistema de controle de toque, incluindo “o uso de um joystick em uma tela de toque”.

A violação parece ser em referência a uma patente introduzida com o Nintendo DS Wrist Strap, que dobrou como um controle tipo joystick para o handheld. O Projeto Shironeko introduziu o que chamou de mecânica “Punicon”, fazendo com que os jogadores arrastassem seus dedos pela tela e batessem para desencadear ataques. A alegação da Nintendo cobre colocar coordenadas arbitrárias na tela e, em seguida, arrastá-las como um movimento de joystick. Isso levou a Colopl a mudar os controles de entrada em fevereiro de 2020.

Na época em que o processo foi originalmente lançado, um advogado de patentes do Yahoo News! O Japão indicou que a reclamação era bastante complexa e que o esquema de controle patenteado original da Nintendo era de amplo alcance. “Acho que é possível chamá-la do que é conhecido como ‘patente do assassino’”, escreveu o advogado.

No início deste ano, como apontou o analista Serkan Toto, a Nintendo pediu mais danos, aumentando a quantia para o equivalente a US $ 47 milhões, ante os US $ 42 milhões originais. O argumento era que Colopl continuou a violar as patentes da Nintendo desde o início do processo. Em abril, a quantia aparentemente havia aumentado para mais de US $ 92 milhões.

“Posteriormente”, Colopl escreve em um comunicado anunciando o acordo, “a Empresa determinou que seria melhor resolver o assunto o mais rápido possível por meio de um acordo e agora chegou a um acordo”.

“Os termos do acordo são que a empresa pagará à Nintendo um total de 3,3 bilhões de ienes como um acordo para o processo”, continua Colopl, “incluindo licenciamento futuro, e que a Nintendo retirará o processo”.

Por causa do acordo, a Colopl registrará “perdas extraordinárias” no terceiro trimestre em 21 de setembro. “O acordo deste processo não terá impacto nos resultados consolidados dos negócios da Companhia para o quarto trimestre do ano fiscal encerrado em 30 de setembro de 2021 e além.”

E com isso, a saga jurídica da Nintendo e da Colopl chega ao fim.

Fonte Principal

0 0 votos
Gostou do Post?
- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários