7 filmes que falharam em começar novas franquias

A história do cinema é repleta de tentativas de criar franquias duradouras e envolventes, mas nem todos os filmes conseguem dar o pontapé inicial para uma saga de sucesso.

Em meio a diversas produções que buscaram iniciar um universo cinematográfico, alguns títulos enfrentaram desafios em conquistar o público e estabelecer uma base sólida para futuras sequências.

Esta lista explora sete filmes que, apesar das expectativas e do potencial inicial, falharam em dar origem a franquias duradouras, seja por fracasso comercial, ou problemas mais profundos. Confira abaixo!

A Bússola de Ouro

A Bússola de Ouro

A Bússola de Ouro foi uma adaptação do primeiro livro da trilogia Fronteiras do Universo, de Philip Pullman, e o plano original era adaptar todos os três livros para as telas. O filme teve problemas antes mesmo de ser lançado, pois organizações religiosas se opuseram aos temas do filme, o que levou a várias mudanças e desvios do material original.

Quando A Bússola de Ouro não atendeu às expectativas de bilheteria, as discussões sobre as continuações foram minimizadas. No entanto, foi a recessão global de 2008 que foi o último prego no caixão, e o estúdio, New Line Cinema, cancelou oficialmente a série devido a preocupações financeiras.

7 filmes que falharam em começar novas franquias 2

Os Homens que Não Amavam as Mulheres

A adaptação de David Fincher do romance Os Homens que Não Amavam as Mulheres, do falecido escritor sueco Stieg Larsson, parecia destinada a se tornar uma trilogia de filmes baseada na série Millennium do autor.

Havia planos de filmar duas sequências consecutivas e foi até anunciado o lançamento em 2013 de uma versão cinematográfica de A Menina que Brincava com Fogo. No entanto, Fincher teve problemas com o roteiro da sequência e o projeto foi adiado. Em 2018, a Sony lançou uma adaptação de A Garota na Teia de Aranha, uma continuação da trilogia original que não envolvia Fincher.

John Carter

John Carter

Notoriamente um dos maiores fracassos de bilheteria de todos os tempos, a certa altura havia grandes planos para John Carter atuar como o primeiro de uma trilogia baseada nos romances de Barsoom de Edgar Rice Burroughs. O filme de ficção científica, sobre um veterano da Guerra Civil transportado para Marte, sofreu com uma campanha de marketing desastrosa que não conseguiu lidar com a falta de familiaridade do público com o personagem John Carter.

Um dos filmes mais caros já feitos, o fracasso de John Carter fez com que a Disney relatasse uma perda de US$ 250 milhões, e os planos para as continuações foram abandonados.

Johnny Depp em O Cavaleiro Solitário

O Cavaleiro Solitário

Baseado em um personagem americano fora da lei, O Cavaleiro Solitário apareceu pela primeira vez em um programa de rádio de Detroit em 1933. Estrelado por Johnny Depp como Tonto, o companheiro nativo americano do personagem titular, o filme foi marcado por controvérsias antes mesmo de ser lançado devido à escolha de Depp, embora ele afirmasse ter ascendência nativa americana.

Com um orçamento exagerado de pelo menos US$ 225 milhões e custos adicionais de marketing de US$ 150 milhões, o longa foi um fracasso e os planos para criar uma nova franquia foram cancelados.

Michael Fassbender em Assassins's Creed.

Assassin’s Creed

Devido à já bem estabelecida série de videogames Assassin’s Creed, os estúdios Paramount Pictures e New Regency estavam planejando que o filme de ficção científica, estrelado por Michael Fassbender, fosse o ponto de partida para uma nova franquia de filmes.

Duas sequências adicionais foram planejadas e o diretor Justin Kurzel chegou a declarar seu desejo de explorar a Guerra Fria em uma continuação. No entanto, devido à recepção negativa do filme e à aquisição da Fox pela Disney, as continuações foram canceladas em 2019.

A Múmia foi um fracasso de bilheteria.

A Múmia (2017)

O reboot de A Múmia, estrelado por Tom Cruise, deveria originalmente não apenas reviver a franquia A Múmia, mas também atuar como a gênese de um universo cinematográfico baseado nos clássicos Monstros da Universal.

O filme apresentou Russell Crowe como Dr. Jekyll e Sr. Hyde, que a Universal Pictures esperava que mais tarde pudesse ter seu próprio filme spin-off. Um filme da Noiva de Frankenstein com Angelina Jolie também foi programado para 2019 como parte do que seria chamado de Dark Universe. A recepção negativa de A Múmia e suas tentativas de criar esse Dark Universe levaram ao cancelamento desse plano, e a Universal voltou a se concentrar em filmes independentes.

A Torre Negra já ganhou filme com Idris Elba e Matthew McConaughey

A Torre Negra

Baseado na longa série homônima de Stephen King, A Torre Negra foi a primeira parte de uma franquia multimídia, que exploraria os oito romances, um conto e um livro infantil que compõem a série de King.

No entanto, A Torre Negra foi criticado por condensar informações demais em um único filme e por sua classificação PG-13 não conter os aspectos mais sombrios que eram tão essenciais aos livros. Uma série de televisão baseada em A Torre Negra foi planejada para dar continuidade à franquia, desenvolvida por Mike Flanagan, de Missa da Meia-Noite e de A Queda da Casa de Usher.


Fonte

Deixe seu comentário